segunda-feira, 17 junho , 2024
28 C
Recife

Com baixos índices de infração, lombadas eletrônicas evitam mortes

Número de infrações reduz 70% após instalação de equipamento e 99% dos motoristas respeitam velocidade estabelecida

- Publicidade -

Um ano após a instalação de lombadas eletrônicas e bandeiras em vias municipais e rodovias, o número de infrações registradas pelos equipamentos diminui em média 70%.

O levantamento foi feito pela Perkons, empresa paraense especializada em equipamentos de gestão e segurança no trânsito.

“Esse comportamento se repete em todos os pontos em que o equipamento é instalado, seja uma via urbana ou rodovia. Depois de um ano, em média, o número de infrações estabiliza”, explica o diretor de marketing e negócios internacionais da Perkons, José Mario de Andrade.

Dados captados pelos equipamentos mostram que 99,9% dos motoristas respeitam os limites de velocidade estabelecidos nos locais em que estão instalados.

- Publicidade -

“Esse tipo de equipamento, por ser ostensivo, garante que os veículos trafeguem dentro da velocidade regulamentada para o trecho da via. Por esse motivo, são os mais indicados por especialistas quando o objetivo é evitar acidentes graves e atropelamentos”, afirma Andrade.

Estudo do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec-Rio), realizado nas rodovias federais, comprova que a instalação de redutores eletrônicos de velocidade contribui para a redução do número de acidentes e mortes.

De acordo com o estudo, só em 2004, a instalação de lombadas eletrônicas evitou 1.061 mortes e 12.370 acidentes nas rodovias federais brasileiras. Ou seja, os equipamentos evitam cerca de 3 mortes e 34 acidentes por dia.

O estudo, coordenado pela economista Daniela Ornelas, considerou os números de acidentes de 1996, quando ainda não havia lombadas eletrônicas no Brasil, a 2005. As primeiras lombadas foram instaladas nas rodovias federais em 1999.

Comportamento do motorista – Dados de 2007 mostram que o número de infrações nas vias urbanas por excesso de velocidade é maior nos finais de semana.

- Publicidade -

Os maiores abusos da velocidade acontecem na madrugada de sábado para domingo, o que confere ao principal dia de descanso do brasileiro o título de campeão de infrações.

As informações foram retiradas das lombadas eletrônicas e bandeiras que a Perkons tem instaladas em 12 estados. Os números mostram que 17,5% das infrações por excesso de velocidade acontecem no domingo, 16,5% no sábado e 14,2% na sexta-feira.

Os maiores excessos de velocidade acontecem de madrugada, principalmente entre 2horas e 4horas, quando o índice de infração é de 0,20%, quase quatro vezes maior que o índice médio geral, que é de 0,06%. O índice é calculado com base no fluxo de veículos e número de infrações.

Os equipamentos registraram velocidades de 213 km/h em locais em que o limite é de 70 km/h, e 160 km/h em locais em que a sinalização indica 40 km/h.

“Esses números reforçam uma situação que sempre é enfatizada por policiais de trânsito. O maior número de acidentes graves acontece nos finais de semana à noite, quando as pessoas, sobretudo jovens, costumam sair para se divertir, bebem e dirigem em alta velocidade”, avalia Andrade.

O levantamento foi realizado com uma amostra de 759 lombadas eletrônicas e bandeiras de 12 Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Infração por dia da semana
%

Segunda-feira
13,0%

Terça-feira
12,07%

Quarta-feira
12,07%

Quinta-feira
13,3%

Sexta-feira
14,2%

Sábado
16,5%

Domingo
17,5%

Índice de infração por hora
(considerando fluxo de veículo por número de infrações)

Das 6h às 12h
0,132%

Das 12h às 18h
0,198%

Das 18h às 22h
0,122%

Das 22h a 00h
0,055%

Da 00h às 2h
0,057%

Das 2h às 4h
0,035%

Das 4h às 6h
0,063%

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente