segunda-feira, 17 junho , 2024
28 C
Recife

Manutenção preventiva é fundamental para garantir a segurança na viagem de férias

27% dos acidentes são causados por falta de manutenção dos veículos

- Publicidade -

No período de férias de fim de ano, aumenta o número de veículos nas estradas, bem como as estatísticas de acidentes de trânsito.

De acordo com o Grupo de Manutenção Automotiva (GMA) – que coordena a campanha de manutenção preventiva Carro 100% – do qual a Bosch faz parte, há estudos que revelam que 27% dos acidentes são causados por falta de manutenção dos veículos.

Desta forma, a Bosch chama a atenção para a manutenção de alguns componentes fundamentais a fim de garantir a segurança na viagem.

Filtros – quando em bom estado de conservação, os filtros de óleo, ar, combustível e de cabine ajudam a reduzir o consumo de combustível, o nível de emissão de poluentes e até mesmo a entrada de partículas e gases nocivos no interior do veículo.

- Publicidade -

Realizar a manutenção preventiva e, sempre que necessário, efetuar a troca dos filtros evita danos à injeção eletrônica, assim como nos demais sistemas e peças do motor. A recomendação da Bosch é que a troca destes componentes seja feita sempre em intervalos sugeridos no manual do fabricante do veículo.

Correias – a principal função desta peça é o sincronismo entre o virabrequim e o comando de válvulas, principais eixos do motor. Quando a correia quebra, há interrupção nesse sincronismo, o que provoca parada total do veículo.

A Bosch aconselha uma avaliação visual a cada 10 mil quilômetros. A cada troca, é recomendável ainda avaliar o estado das polias e tensionadores, a fim de garantir a eficiência da correia e evitar o desgaste precoce da mesma.

Palhetas – a Bosch recomenda a substituição das palhetas pelo menos uma vez por ano ou ao serem observadas as seguintes condições: no pára-brisa, formação de faixas e riscos, ruído ou trepidação, formação de névoa e falhas na limpeza; e nas palhetas, lâmina quebradiça, torta ou rasgada.

Ao substituir as palhetas é importante verificar a condição do motor do limpador, verificar se o esguichador está desobstruído e corretamente posicionado e ainda conferir as condições do braço limpador.

- Publicidade -

Velas – quando o carro começa a apresentar problemas como dificuldades na partida, falhas nas acelerações e retomadas, aumento do consumo de combustível e perda de potência pode ser a hora de trocar o conjunto de velas de ignição.

A Bosch recomenda que, na troca das velas de ignição, tanto para motores flex, como a gasolina ou a álcool, seja consultado o manual do fabricante do veículo ou a tabela de aplicação disponível nos canais de vendas, para verificar qual é a vela de ignição correta para o motor daquele veículo. Este cuidado é extremamente importante e pode evitar vários danos causados por uma aplicação incorreta.

Cabos de ignição – ao levar o carro no mecânico para a verificação do estado das velas, a Bosch recomenda que sejam observadas também as condições dos cabos de ignição, que são os responsáveis por conduzir a energia produzida na bobina de ignição às velas do motor.

Sistema de freios – a recomendação da Bosch é verificar o sistema de freios a cada 5 mil quilômetros e substituir o fluido de freio a cada 10 mil quilômetros ou 12 meses. Na hora de substituir o fluido, é importante levar em consideração a especificação correta para cada tipo de veículo.

Por isso, a recomendação é sempre seguir o prazo especificado no manual do proprietário do veículo. A aplicação de um fluido não adequado pode reduzir a eficiência da frenagem ou mesmo danificar o sistema, colocando em risco a segurança.

Campanha Carro 100% – Líder no mercado de reposição automotiva com a maior linha de produtos, a Bosch acredita que a manutenção preventiva é a maneira mais eficiente de aumentar a segurança do condutor e dos passageiros de veículo, economizar e proteger o meio ambiente.

Dessa forma, apóia a campanha Carro 100%, do Instituto de Qualidade Automotiva (IQA), que tem como objetivo a conscientização, em diversas mídias, sobre os benefícios do cuidado preventivo e regular.

A campanha é direcionada para oficinas mecânicas, motoristas de veículos leves e pesados, profissionais técnicos e entidades públicas e privadas ligadas ao setor automotivo, e é coordenada pelo Grupo de Manutenção Automotiva (GMA), do qual a Bosch faz parte. Mais informações sobre a campanha no www.carro100.com.br.

Freios: dicas para férias sem sustos

A TMD Friction, maior fabricante mundial de material de fricção, no Brasil, e com a marca Cobreq, é a grande fornecedora (linha leve) de pastilhas e lonas de freio originais para as montadoras – uma garantia da tecnologia e qualidade de seus produtos no mercado de reposição. É, também, fornecedora original de veículos comerciais.

Com esta tradição e conhecimento do segmento, nesta época de férias, quando o movimento de veículos de passageiros aumenta significativamente nas estradas, a empresa sente-se com plenas condições de ajudar os motoristas, o que já é feito por suas equipes técnicas durante todo o ano, que orientam os mecânicos e consumidores sobre a necessidade de revisões periódicas no sistema de freio.

Revisar o veículo, antes de sair de férias, sem checar os freios é extremamente arriscado e perigoso, já que o sistema de frenagem sofre desgaste constante – por ser submetido a esforços diários. Atualmente, alguns modelos já possuem aviso no painel eletrônico, alertando para o desgaste das pastilhas de freio. Mas são poucos.

O importante é verificar a quilometragem do veículo para fazer, mesmo que preventivamente, a verificação de todo o sistema. Na manutenção geral, o mecânico deve desmontar todos os componentes para uma efetiva verificação. Mas o usuário precisa ficar atento com ruídos na frenagem, nível do fluído de freio, perda de eficiência e endurecimento do pedal de freio.

O mecânico contratado também deve usar componentes originais do sistema de freio, pois são peças de altíssima qualidade e constante desenvolvimento. Pastilhas e lonas de freio de marcas desconhecidas podem causar irreparáveis danos ao sistema de freio, já que ocasionará um desgaste prematuro no disco de freio e no tambor. Consequentemente, a frenagem será comprometida.

Velas e cabos de ignição também merecem atenção

As férias estão chegando e é hora de arrumar as malas e aproveitar para curtir momentos de prazer ao lado de sua família e amigos. Mas, antes de colocar o pé na estrada, há um roteiro importante a ser cumprido: o da revisão de seu carro.

A NGK, maior fabricante e especialista em velas de ignição do mundo, sabe que segurança é indispensável e ressalta a importância sobre a checagem das velas e cabos de ignição antes de viajar.

A revisão preventiva destes componentes é uma maneira simples, barata e eficaz de manter o motor em condições normais de uso e economizar combustível. O funcionamento das velas de ignição de um automóvel deve ser verificado a cada 10 mil quilômetros, e a cada 3 mil quilômetros, no caso das motocicletas.

A empresa recomenda também a consulta ao manual do fabricante, com as orientações específicas para cada modelo de veículo.

“É importante ressaltar que a durabilidade das velas e cabos de ignição está diretamente relacionada às condições de uso do carro, assim como a procedência do combustível utilizado”, ressalta Ricardo Namie, chefe da Assistência Técnica da NGK.

Velas de ignição com a vida útil ultrapassada podem gerar uma série de problemas ao veículo, como queda de rendimento, dificuldades na partida, falhas no motor, aumento do consumo de combustível e emissão irregular de poluentes, além de reduzir a vida útil de outros componentes como cabos, bobinas, transformador, distribuidor e até o catalisador.

“Diante destes problemas, caso o mecânico detecte o fim da vida útil das velas e cabos de ignição, os mesmos devem ser substituídos. A troca destas peças é rápida e fácil, mas é importante realizar isso com um mecânico de confiança, pois a instalação incorreta pode danificar o motor e comprometer o funcionamento do carro ou da motocicleta”, completa Namie.

Cada veículo possui um modelo de velas e cabos apropriado, conforme descrito na Tabela de Aplicação da NGK ou especificado no manual do proprietário.

A utilização de peças inadequadas também pode comprometer o funcionamento do motor, além de danificar o sistema de ignição. Para mais informações, a NGK disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Cliente, 0800 197 112.

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente