quarta-feira, 29 maio , 2024
28 C
Recife

Grupo Volkswagen vende mais de 7 milhões de veículos pela primeira vez

O Grupo Volkswagen registrou em 2010 um significativo aumento nas vendas de veículos em relação ao ano anterior, entregando pela primeira vez na história mais de 7 milhões de unidades num período de doze meses.

- Publicidade -

No total, foram entregues aos consumidores 7,14 milhões de veículos, 13,5% mais do que os 6,29 milhões registrados em 2009 *. A evolução do mercado global de carros de passeio também foi positiva, apesar do crescimento ter sido de 11,3%.

Desta forma, o Grupo VW aumentou seu percentual de participação no mercado. O Grupo Volkswagen também relatou crescimento no mês de dezembro, quando entregou 545.400 unidades (444.200 em 2009) **, um aumento de 22,8%.

“O ano de 2010 mostrou novamente que estamos construindo nosso futuro por meio do crescimento internacional e implementando nossa estratégia para 2018”, afirmou Christian Klinger, membro do Conselho do Grupo para a área de Vendas, nesta segunda-feira no Salão de Detroit.

“Em 2011, nosso foco em produtos inovadores e na mais alta tecnologia continuará sendo a base de nosso sucesso”, acrescentou.

- Publicidade -

Tendência positiva nos mercados tradicionais e regiões em desenvolvimento – Em 2010, o Grupo Volkswagen teve um desempenho bastante positivo nos mercados asiáticos. As vendas na China cresceram 37,4%, atingindo 1,92 milhão de unidades (1,40 milhão em 2009), estabelecendo novo recorde para o país.

Na Índia, também houve um substancial aumento, com a entrega pelo Grupo de mais de 53,3 mil veículos aos consumidores, um aumento de 181% sobre os 19 mil vendidos no ano anterior.

O Grupo também anunciou crescimento em toda a região Ásia/Pacífico, com vendas atingindo 2,14 milhões de unidades (38,5% além do 1,55 milhão de 2009).

O panorama foi semelhante ao registrado em outras regiões do mundo. Na América do Sul, foram entregues 888 mil veículos, com crescimento de 8,9% em relação a 2009 (815.100 unidades).

Nos Estados Unidos, as marcas do Grupo entregaram 360.300 unidades nos 12 meses do ano, registrando crescimento de 20,9%.

- Publicidade -

Na Europa Ocidental (excluindo a Alemanha), o Grupo vendeu 1,85 milhão de veículos, uma alta de 11,6% (1,66 milhão em 2009), crescendo de forma consideravelmente maior que o mercado, que se expandiu apenas 1,9% no período.

Na Europa Central e Oriental, foram vendidos 10,8% mais veículos (432.200 contra 381.900). O crescimento do Grupo na Rússia foi muito positivo, atingindo 39,5%.

Em seu mercado doméstico, a Alemanha, o Grupo Volkswagen vendeu 1,04 milhão de veículos, ante 1,24 milhão em 2009 (queda de 16,8%), num ano marcado pelos efeitos dos incentivos para renovação da frota.

Como o mercado total declinou consideravelmente durante os últimos doze meses, reduzindo-se em 23,4%, o Grupo conseguiu aumentar ainda mais sua participação nas vendas totais.

Em 2010, modelos como o Volkswagen Polo, Golf, Lavida, Tiguan e Passat CC, o Audi A1, A5 Sportback e o Q5, SkodaYeti e Otavia, assim como os SEAT IbizaSporttourer e ExeoSporttourer mostraram-se especialmente populares.

Aumento significativo nas vendas de carros de passeio da Volkswagen, Audi e Skoda – As vendas da Volkswagen PassengerCars também registraram um novo recorde no ano passado, aumentando 13,9% e chegando a 4,5 milhão de unidades (3,95 milhões em 2009).

Na China, maior mercado individual da marca, o crescimento foi de 35,5%, com a venda de 1,51 milhão de unidades (1,12 milhão em 2009).

Nos EUA, foram entregues aos compradores 256,8 mil carros, 20,3% mais que em 2009 (213,5 mil). Na Rússia, o avanço de um ano para o outro foi de nada menos que 49,1% (58,9 mil contra 39,5 mil).

A Audi vendeu 1,09 milhão de carros em 2010, 15% além dos 950 mil de 2009, o melhor desempenho em vendas da marca de Ingolstadt em todos os tempos.

Um fator importante foram as vendas nos EUA, onde a Audi, pela primeira vez, entregou mais de 100 mil veículos num ano, 22,9% mais que em 2009 (101,6 mil contra 82,7 mil).

A evolução na China, nos últimos 12 meses, também foi muito positiva, com aumento de 43,4% nas vendas (227,9 mil x 158,9 mil unidades).

A marca checa Skoda entregou 762,6 mil unidades (684,2 mil em 2009), crescendo 11,5% nos últimos doze meses, mantendo-se em sua trajetória de expansão. A marca cresceu especialmente na China, Índia e Rússia.

A espanhola SEAT vendeu em 2010 339,5 mil veículos em todo o mundo (0,8% a mais do que os 336,7 mil de 2009).

Na Espanha, seu mercado local, a empresa comunicou aumento de vendas de 10%, com a entrega aos compradores de 91,3 mil unidades (83 mil em 2009).

  • excluindo a Scania e incluindo caminhões, ônibus e veículos da Volkswagen CommercialVehicles em janeiro e fevereiro de 2009.
    ** excluindo a Scania

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais