domingo, 19 maio , 2024
28 C
Recife

Iveco apresenta o Trakker 8X4

Com DNA off-road, o modelo tem mecânica e robustez excepcionais, baixo custo operacional e grande disponibilidade de utilização
Destaque

- Publicidade -

Reportagem | Imprensa Iveco / MM Editorial

CDs Mecânica Online®

A Iveco, a marca de caminhões que mais cresce no mercado nacional, traz para o Brasil o melhor caminhão para trabalhos pesados em mineradoras e construção civil de grande porte.

Trata-se do Iveco Trakker 8×4, um extrapesado inteiramente desenvolvido para operações fora de estrada e que faz sucesso no mercado mundial por seu alto desempenho operacional, mesmo quando submetido às mais severas aplicações.

- Publicidade -

Mais de 60.000 unidades da linha Trakker já foram vendidas pela Iveco em todo o mundo.

Mecânica Online® – Iveco Trakker 8X4 – O novo Iveco Trakker 8×4 é mais que um caminhão fora de estrada: é uma máquina profissional concebida para trabalhar ininterruptamente sob as mais exaustivas condições de carga, relevo e clima.

Ele vem com o consagrado motor Iveco FPT Cursor 13, de 420 cv de potência e 1.900 N.m de torque máximo.

A transmissão é automatizada, com caixa ZF Astronic de 16 velocidades com intarder, que combinado ao Iveco Turbo Brake dá ao modelo capacidade de frenagem de 910 cv, a maior da categoria.

Além disso, o freio ABS é de série. Com carga útil de 35.500 kg e PBT técnico de 50.000 kg, o Iveco Trakker 8X4 tem capacidade máxima de tração (CMT) de 132 toneladas, chegando, em condições excepcionais de operação, a 176 toneladas (a maior da categoria).

- Publicidade -

Com esse novo produto, a Iveco oferece mais uma opção no promissor mercado off-road, que representa cerca de 8% das vendas dos caminhões extrapesados no País. A Iveco tem avançado nesse mercado.

O Iveco Trakker 6×4, lançado no Brasil em 2008, já ganhou o respeito por sua excepcional robustez, baixo custo operacional e grande disponibilidade de utilização.

Com ele, a Iveco multiplicou por cinco o market share da marca nesse segmento desde então e dá uma indicação do potencial de crescimento com o novo modelo.

“O Iveco Trakker 8X4 é mais um passo dentro da estratégia da Iveco de oferecer a maior e a mais moderna gama de caminhões do mercado, para atender a todos os tipos de transporte”, explica Marco Mazzu, presidente da Iveco Latin America.

“E com o Iveco Trakker 8X4 estamos inovando ao vender o produto com pacotes de serviços de pós-venda que garantem a total disponibilidade de utilização do caminhão”, diz Mazzu.

“Oferecemos seis opções de serviços de manutenção que batizamos como Iveco Service Combos. Com eles, o cliente opta pelo pacote que melhor se adapta à sua realidade de operação”, diz Maurício Gouveia, diretor de Pós-Venda da Iveco.

“Este é um mercado em que é mandatória a alta produtividade. No setor de mineradoras e de construção civil de grande porte, os caminhões costumam trabalhar sem desligar o motor em regime de 24 horas por dia”, afirma o diretor da Iveco.

Enquanto o Iveco Trakker 6×4 é produzido no Brasil, inicialmente a versão 8×4 será importada da fábrica da Iveco em Madri, na Espanha, especializada na produção dos caminhões dessa linha e a principal plataforma de exportação desse produto para todo o mundo.

Contudo, os modelos comercializados no Brasil recebem adaptações projetadas pelo Centro de Desenvolvimento do Produto da Iveco em Sete Lagoas (MG), para atender plenamente às necessidades específicas de operação no País e em outros mercados latino-americanos.

Essas adaptações foram definidas depois que o Iveco Trakker 8×4 foi amplamente testado nas mais variadas e severas condições de utilização no Brasil. Desde 2009, modelos foram emprestados a mineradoras e construtoras no País.

“A Iveco não fez simplesmente a ‘tropicalização’ do caminhão, mas uma profunda adequação do produto à realidade brasileira, levando-se em conta as informações coletadas em testes exaustivos no campo”, conta Cristiane Nunes, gerente de Marketing de Produto da Iveco.

O Iveco Trakker 8×4 já é um sucesso, de acordo com Alcides Cavalcanti, diretor de Vendas e Marketing da Iveco no Brasil.

“Antes mesmo do seu lançamento oficial, a Iveco já vendeu 45 veículos para a Nacional Minérios SA (Namisa)”, afirma ele. “Nosso novo produto já chega ao mercado com o aval de uma das principais empresas brasileiras e líder no setor siderúrgico do País”, completa o diretor.

Os veículos já estão em operação desde dezembro de 2010 na mina de ferro da empresa, localizada em Congonhas (MG).
Mecânica Online®

Iveco Trakker 8X4 – DNA OFF-ROAD GARANTE ROBUSTEZ EXCEPCIONAL – Diferentemente de outros caminhões desse segmento, derivados de caminhões estradeiros, o Iveco Trakker 8×4, assim como seu irmão 6×4, é um produto que já nasceu off-road.

Quer dizer, foi projetado para o trabalho em condições extremas de exigência.

“Seu chassi, por exemplo, é resultado de um projeto específico: feito em aço de alta resistência e com longarinas de perfil mais alto e 10 mm de espessura, ele é muito mais rígido e robusto que os utilizados em versões estradeiras”, exemplifica Renato Mastrobuono, diretor de Desenvolvimento de Produto da Iveco Latin America.

Outro diferencial, entre muitos, é a maior capacidade de carga na suspensão traseira, 32 toneladas contra 30 da concorrência, diferença que resulta em maior durabilidade e maior vida útil.

Ela deriva do eixo com bloqueio longitudinal e transversal e redução nos cubos, combinado com a suspensão tipo “cantilever”, com molas semielípticas de simples estágio e barra estabilizadora.

Já os dois eixos dianteiros têm capacidade técnica para 9 toneladas cada um, resultando em grande resistência, maior estabilidade do conjunto e segurança na operação.

“Trata-se de um projeto especial para suportar as demandas do trabalho pesado, uma realidade sobre a qual a engenharia da Iveco acumula imenso know-how”, completa Mastrobuono.

Entre outras características técnicas inerentes a um veículo desse porte e aplicação, vale destacar o melhor ângulo de ataque entre seus concorrentes diretos: 26º.

Além disso, há um protetor frontal inferior especial, indispensável para terrenos acidentados com grande incidência de pedras e poeira.

O modelo traz também para-choque dianteiro tripartido, feito em aço, ideal para as difíceis condições fora de estrada, resultando em menor custo operacional.

A suspensão da cabine é de 4 pontos, com molas helicoidais que absorvem os impactos transmitidos pelo chassi, e garante conforto para o motorista e durabilidade máxima do conjunto, quando comparada a uma suspensão a ar.

O caminhão tem escape vertical, com saída no alto da cabine, e filtro de ar heavy duty com elemento de segurança (filtro secundário para dupla filtragem), componentes imprescindíveis para veículos que operam em minas e em construções pesadas.

São características como essas que fazem do novo Iveco Trakker 8×4 um veículo de excepcional robustez e elevada disponibilidade de utilização, isto é, menor tempo entre paradas técnicas de manutenção, maior tempo útil de uso do produto.

O resultado é alta produtividade.

“Nos testes de campo, o Iveco Trakker 8×4 foi até comparado com veículos 10×4 da concorrência”, afirma Cristiane Nunes, gerente de Marketing de Produto da Iveco.

SEGURANÇA MÁXIMA, MESMO EM CONDIÇÕES DIFÍCEIS – O novo Iveco Trakker 8×4 vem com o motor Iveco FPT Cursor 13, o mais econômico de sua categoria, com 12,8 litros, seis cilindros, quatro válvulas por cilindro e gerenciamento eletrônico.

No fora de estrada da Iveco ele entrega 420 cv, com torque máximo de 1.900 N.m disponíveis entre 1.000 e 1.500 rpm, ideal para velocidades operacionais mais elevadas e grande capacidade para vencer aclives mais acentuados. Homologado para rodar com o biodiesel B5 e certificado para a norma Euro 3 (em vigor no Brasil), ele já é preparado para a futura e mais restritiva norma Euro 5.

Uma novidade é a transmissão ZF Astronic 16AS2631 TO automatizada, que dispensa o pedal de embreagem. É acionada por meio de três botões no painel: adiante (D), ré (R) e neutro (N).

São 16 marchas à frente e duas velocidades à ré. A caixa escolhe a marcha certa para cada situação, sem escalonamento. É possível, por exemplo, sair de terceira para quinta, sem a passagem pela quarta marcha.

“É uma vantagem expressiva quando lembramos que as minas e os canteiros de obras normalmente apresentam relevo irregular pontuados por aclives acentuados”, diz Cristiane Nunes.

Além disso, o software que controla a transmissão garante o funcionamento do motor sempre em sua faixa econômica, reduz o desgaste da embreagem e melhora o nível de ruído.

Ao final, a transmissão também proporciona menor desgaste físico durante a condução e permite que o condutor se concentre unicamente na condução segura do veículo.

Um fator a mais de segurança é o freio adicional intarder, produzido pela ZF, que é mais um item de série para o Iveco Trakker 8×4. Acoplado à transmissão, entrega 563 cv de capacidade de frenagem.

Usado em combinação com o exclusivo Iveco Turbo Brake, de 347 cv, o sistema totaliza a maior potência de frenagem da categoria: 910 cv, ampliando os níveis de segurança do veículo, por permitir melhor desempenho em declives sem qualquer desgaste ou aquecimento dos sistemas de freios.

Um detalhe importante é que o caminhão vem equipado com um espelho retrovisor angular no lado direito e um frontal para facilitar manobras, além dos retrovisores laterais externos bipartidos com aquecimento e regulagem elétrica.
Mecânica Online®

Iveco Trakker 8X4- ADAPTAÇÕES FEITAS NO BRASIL AUMENTAM A DURABILIDADE – Produzido pela Iveco em Madri, Espanha, o novo Iveco Trakker 8×4 foi perfeitamente adequado às condições brasileiras de aplicação, um trabalho realizado sob os cuidados dos engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP) da Iveco, em Sete Lagoas (MG), o único polo de desenvolvimento da Iveco fora da Europa. O ponto de partida foi ouvir a opinião do cliente.

Os testes em campo e desenvolvimento, que somaram mais de 12 mil horas e 60 mil km (cerca de 10% da vida útil desse produto, considerando aplicação nas condições mais severas de uso), foram realizados junto com clientes.

“O caminhão passou com méritos por todas as duras provas a que foi submetido, provando ter total vocação para severas aplicações fora de estrada”, analisa Renato Mastrobuono.

“A partir desses testes, pudemos definir com os clientes as modificações para fazer dele um produto perfeito para o Brasil”.

Uma dessas mudanças foi o sistema de freios. Originalmente era do tipo cunha, amplamente utilizado na Europa.

No Brasil, foi substituído pelo freio S-Came nas oito rodas, com circuitos independentes e ABS (dianteiro e traseiro) de série, combinação considerada mais apropriada para operações em minas e canteiros de obras nacionais.

Além disso, o CDP desenvolveu um sistema de proteção traseiro para evitar qualquer tipo de dano por choque, comuns em operações sob condições extremas.

“O cliente pede, a Iveco atende”, resume Renata Campos, gerente de projetos responsável pela gama Trakker dentro da plataforma médios pesados da Iveco.

Além de itens exigidos pela legislação brasileira, como o estepe, ela aponta as modificações realizadas no Brasil especificamente a pedido dos usuários, como a instalação de luzes de segurança no teto da cabine, a iluminação do vão do motor, o vidro na parte traseira da cabine, para facilitar a visualização do motorista no basculamento da caçamba, a buzina a ar, entre outros.

Um quinto coxim de suporte do motor e transmissão também foi adotado, para minimizar os impactos sofridos pelo conjunto em aplicações severas.

“Os clientes brasileiros também preferem pneus do tipo 325/95 R24, mistos off-road com câmara, que foram adotados na configuração básica brasileira”, conclui.

SERVIÇOS EXCLUSIVOS ASSEGURAM ALTA DISPONIBILIDADE – Os caminhões utilizados em atividades off-road exigem um serviço de pós-venda diferenciado, visando à alta disponibilidade de utilização.

Ou seja, o caminhão deve funcionar até 24 horas por dia e não pode parar.

“Para esse cliente, o ideal é o serviço rápido, que garanta um alto índice de utilização do produto”, analisa Maurício Gouveia, diretor de Pós-Venda da Iveco.

“Com o Iveco Service Combos, o cliente opta pelo pacote que melhor se adapta à sua realidade de operação”, diz Gouveia.

Existem seis diferentes “combos” de serviços oferecidos pela rede de concessionárias da marca e suportados pela Iveco.

Os “combos” são crescentes em termos de conteúdo e vão do simples atendimento de manutenção com a oferta da oficina móvel até modelos mais sofisticados, como é o caso da Namisa, que adquiriu os primeiros 45 Iveco Trakker 8×4 vendidos no País.

O pacote ganha customização ainda maior: há uma miniconcessionária para atendimento exclusivo dentro da base do cliente.

São 1.500 m2 de área, com oficina, depósito de peças e escritório de administração.

No total, 53 funcionários trabalham em três turnos, sob o comando de um gerente para atendimento exclusivo à operação.

A Iveco e a rede fornecem até treinamento para motoristas.

“Dessa forma, podemos assegurar total disponibilidade de uso do caminhão, qualquer que seja a aplicação”, afirma Gouveia.

“Com um produto altamente competitivo para esse mercado e um serviço eficiente e profissional feito sob medida para dar suporte às operações, garantimos maior rentabilidade aos nossos clientes”, conclui.

O cliente do novo Iveco Trakker pode contar ainda com outros serviços especiais, como um Gerente Regional de Serviços da montadora, dedicado ao atendimento de grandes frotas, ou uma equipe residente de mecânicos para grandes frotas concentradas no seu local de operação, além dos consagrados programas de atendimento rápido da Iveco.

“Um deles é o exclusivo Tele-Serviço, que acelera as operações de manutenção”, lembra Gouveia. Acionada a concessionária, um técnico de serviço vai ao local de atendimento, conecta um laptop à centralina do caminhão e transmite (via web) as informações disponíveis à Central de Atendimento Iveco.

“O diagnóstico é feito a distância, indicando os reparos que podem ser feitos imediatamente no local, especialmente aqueles ligados ao gerenciamento do motor, parte elétrica e mecatrônica”, exemplifica Gouveia.

O serviço de pós-venda da Iveco inclui ainda Assistance Non Stop (serviço 24 horas, 365 dias por ano), Windelivery (entrega da peças 24 horas, 365 dias por ano), Entrega Técnica Personalizada, Top Driver (treinamento de condução econômica e responsável), entre outros.

“Todos os serviços prestados são avaliados mensalmente pela Iveco, o que permite a contínua melhoria de nosso atendimento”, diz Gouveia.

CABINE COM NOVO INTERIOR: CONFORTO E FUNCIONALIDADE – O novo Iveco Trakker 8X4 usa a mesma cabine do modelo 6X4, por sua vez inspirada no design do Iveco Stralis.

Ela é oferecida apenas na versão teto baixo, mais apropriada para a utilização nesse segmento.

No interior, porém, o 8X4 traz novidades. O painel, idêntico ao da linha Stralis, é novo na linha Trakker brasileira.

Os comandos ficam facilmente ao alcance do motorista, nos quais se destacam o cluster de instrumentos e os botões de acionamento da caixa automática.

Existem diversas novidades voltadas para o conforto do motorista. O volante, por exemplo, pode ser regulado pneumaticamente em altura e em profundidade. O ar-condicionado, item essencial para aplicação em ambientes de calor e de grande quantidade de material em suspensão, também é de série.

Idem para os vidros elétricos.

“Nos testes de campo, nossa cabine foi considerada a mais confortável pelos clientes”, afirma Cristiane Nunes, gerente de Marketing de Produto da Iveco.

O conforto é garantido pela suspensão com quatro pontos de apoio e barra estabilizadora, o que contribui para suavizar movimentos oscilantes e filtrar os impactos advindos do chassi.

A funcionalidade também foi um ponto de preocupação no projeto. O interior da cabine, por exemplo, é totalmente lavável, com bancos revestidos de material impermeável.

Além disso, os bancos têm encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos integrados, além de regulagem de altura, distância e inclinação do assento do motorista, que permitem melhor acomodação e dão maior segurança ao condutor.

Na lateral externa da cabine foi desenvolvido um degrau de apoio atrás da porta do motorista para facilitar o acesso para inspeção do implemento ou da carga.

TRAKKER 8X4 ESTREIA NO MERCADO BRASILEIRO EM GRANDE ESTILO: 45 UNIDADES JÁ ESTÃO EM OPERAÇÃO EM MINA DA GIGANTE NAMISA – A Iveco foi vencedora de uma grande e detalhada licitação publicada pela Nacional Minérios S/A (Namisa), que entre diversas propostas de veículos concorrentes optou pela eficiência e alta confiabilidade do Iveco Trakker 8×4.

O lote total adquirido pela Namisa foi de 74 veículos Iveco, sendo 45 unidades do novo Iveco Trakker 8×4, 10 unidades do Trakker 6×4 versão plataforma, uma unidade do Trakker 6×4 versão cavalo mecânico, 13 unidades do EuroCargo 170E22 4×2 e 5 unidades do EuroCargo 260E25 6×4.

A opção pelo Iveco Trakker 8X4 foi baseada em dois pontos: o excelente resultado obtido pelo produto em exaustivos testes junto a outras grandes mineradoras do País e o pacote de serviços agregado à venda.

“Com uma chancela da importância da Namisa e a eficiência operacional do produto, prevemos uma estreia virtuosa no segmento 8×4”, diz Alcides Cavalcanti, diretor de Vendas e Marketing da Iveco.

“Nossa previsão é vender cerca de 200 caminhões ainda em 2011”.

O nicho de caminhões 8×4 é extremamente especializado e movimenta cerca de 500 unidades por ano, concentradas nas regiões Sudeste e Sul do Brasil.

“Mas a demanda por veículos 8×4 deverá ser ampliada, especialmente em virtude do andamento do PAC e do crescimento da atividade de mineração no Brasil”, analisa Cavalcanti.

“Esperamos conquistar mercado e crescer com ele, pois o Iveco Trakker 8×4 é perfeito para o trabalho em grandes obras de construção civil e na mineração.”

Ainda há outro fator que vai impactar o nicho de caminhões 8×4.

O diretor da Iveco conta que nas empresas de mineração existe a tendência pela compra de veículos 8×4 em substituição aos 6X4, pois possuem melhor dirigibilidade e agilidade nas operações severas nas minas.

Com essas vantagens, os modelos 8X4 precisam de menor espaço para se mover (o que elimina a necessidade de criação de áreas especiais para manobra nos campos de exploração) e, com isso, as mineradoras conseguem maiores espaços para a exploração do minério, além de acelerarem o trabalho de extração.

“Num setor cada vez mais competitivo, essas vantagens são inquestionáveis”, comenta Cavalcanti.

Todos os caminhões Iveco Trakker 8×4 vendidos à Namisa possuem implemento caçamba de marca Rossetti, um pedido do cliente.

O Pós-Venda da Iveco Latin America oferece pacotes especiais de serviços que incluem, no caso da Namisa, a construção de uma miniconcessionária dentro da mina em Congonhas (MG).

Treinamentos Online Mecânica Online®

Plantão de notícias – Truck

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Fiat Toro

Destaques Mecânica Online

Vem aí o Seminário de Segurança e Conectividade 2024!

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais