terça-feira, 23 julho , 2024
28 C
Recife

Maioria dos roubos e furtos de veículos no Brasil ocorre às quartas e quintas-feiras

Horário de maior perigo é às 10 horas da manhã e às 19 horas. Levantamento que contempla todo o ano de 2014 mostra a importância de acionar a empresa de rastreamento em menos de uma hora, para o sucesso da operação

O Grupo Tracker, maior empresa de rastreamento e localização de veículos do país, acaba de concluir um levantamento inédito para tabular os dias e horários de maior mobilização dos criminosos durante todo o ano de 2014. O maior número de roubos e furtos de veículos no Brasil ocorre às quartas-feiras, com 18,71% dos casos, seguido pelas quintas-feiras, com 17,12%. O sábado aparece com 10,22%, sendo o dia com o menor número de ocorrências. O Grupo Tracker analisou aproximadamente 4 mil casos.

- Publicidade -

Já em relação ao período (manhã, tarde, noite e madrugada), o levantamento mostra que 31,39% dos casos acontecem à noite, o pior momento do comparativo. O diretor Nacional de Operações do Grupo Tracker, Carlos Alberto Betancur Ruiz, explica que existe um pico de ocorrências durante a manhã, no horário das 10h, com 6,59% e outro à noite às 19h, com 5,74%.

“Mas, se somarmos os roubos e furtos durante as 6 horas de cada período, podemos considerar à noite o de maior risco, provavelmente devido aos congestionamentos das grandes cidades, horário de grande fluxo de pessoas voltando do trabalho para casa – muitos deixam os veículos em vias públicas perto de estações do Metrô ou terminais de ônibus, além da saída das escolas. Às quintas e sextas, muitos veículos ficam estacionados na rua, a mercê dos bandidos, enquanto elas estão em bares ou locais de entretenimento, além do risco de assalto armado, que aumenta nos faróis sem policiamento nas altas horas da noite”, afirma Betancur.

Já o índice de recuperação do Grupo Tracker, o mais elevado do mercado, permanece praticamente estável com uma média de 90% em todos os períodos. O Grupo Tracker utiliza a tecnologia de radiofrequência, imune ao inibidor de sinais (jammer) muito usado em galpões de desmanches. “O sinal do rastreador não é interrompido pelo jammer e conseguimos fazer a localização com precisão”, conta Betancur.

- Publicidade -

Mas é importante ressaltar que o tempo de aviso é determinante para a localização precisa do automóvel e o sucesso da operação. Atualmente, equipes especializadas em desmanche de carros, podem fazer o desmonte completo de um automóvel em apenas uma hora. “Quando recebemos a ligação da vítima em até uma hora após o evento, nossos índices de recuperação sobem consideravelmente e ficam acima de 90%”, conclui Carlos Betancur.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão