quarta-feira, 21 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Mangue Baja 1, de Pernambuco, vence a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Nordeste

- Advertisement -

A equipe Mangue Baja 1, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), venceu a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Nordeste 2015, que foi encerrada neste domingo (dia 8), no Estádio Municipal de Camaçari, na Bahia. A equipe alcançou 827,75 pontos na classificação geral. A segunda posição também ficou com uma equipe pernambucana, a Mangue Baja 2, que obteve 723,71 pontos.

Em terceiro lugar ficou a equipe Carpoeira, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com 656,16 pontos. A quarta colocação foi para a equipe Cactus Baja, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), do Rio Grande do Norte, com 637,03 pontos. Quinta colocada na competição, a equipe Baajantinga, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), da Bahia, atingiu 619,31 pontos.

A Etapa Nordeste recebeu 15 de 17 equipes inscritas, formadas por estudantes de engenharia, de oito Estados e Distrito Federal, sete deles do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte) e um do Norte (Pará).

- Advertisement -

[box type=”success” align=”aligncenter” ]Encerrada no domingo, 08 de novembro, em Camaçari/ BA, a competição recebeu 15 equipes, de seis Estados do Nordeste (AL, BA, MA, PB, PE e RN) e do Distrito Federal[/box]

Provas – Para disputar a competição, as equipes projetaram e construíram carros off road, dentro das instituições de ensino. Em Camaçari, as provas da Etapa Nordeste começaram na sexta-feira (6), com apresentações orais dos projetos. No sábado (7) os carros enfrentaram avaliações de segurança, conforto e motor, além de provas dinâmicas que testaram a suspensão, a capacidade de tração, a aceleração e a dirigibilidade dos veículos. No domingo (8), ocorreu a prova mais esperada da competição, o enduro de resistência, com três horas de duração, em condições severas de terreno.

Esta competição é preparatória para a 22ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, de âmbito nacional, que será realizada em março de 2016. Na última edição nacional, as equipes Mangue Baja 1 e Mangue Baja 2, da UFPE, ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Além da Etapa Nordeste, há outras duas competições regionais, também preparatórias: a Etapa Sudeste, que foi realizada em outubro último, em São José dos Campos (SP); e a Etapa Sul, programada para 20 a 22 de novembro, em Gravataí (RS).

- Advertisement -

Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m de altura e com até 113,4 kg. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são desenvolvidos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

“As competições estudantis da SAE BRASIL são uma ferramenta fundamental para o fomento da engenharia e porta de entrada para o mercado de trabalho, pois despertam o interesse de empresas do setor e também dos jovens, que não raro saem das provas com estágio garantido”, aponta Frank Sowade, presidente da SAE BRASIL.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos