terça-feira, 23 abril , 2024
28 C
Recife

As motos Triumph que marcaram a história da marca nos seus 10 anos no Brasil

Relembre como a elevada tecnologia e qualidade e a diversificação dos modelos foram decisivos para o sucesso da Triumph no mercado nacional

No próximo dia 22 de novembro, a Triumph vai completar 10 anos de operação no Brasil.

- Publicidade -

É um marco e tanto para uma montadora inglesa que chegou ainda pouco conhecida no Brasil, embora sua marca estivesse completando naquele ano (2012) nada menos do que 110 anos desde a sua fundação, na Inglaterra.

A Triumph adotou estratégia diferente de outras montadoras premium que atuam no país e, logo de cara, investiu numa fábrica própria, em Manaus (AM).

- Publicidade -

É de lá, desde então, que saem todas as Triumph vendidas pelo Brasil ao longo de uma década de sucesso.

Motos que revolucionaram e continuam a revolucionar o mercado, ganhando dezenas de prêmios e, principalmente, conquistando a confiança e admiração do público brasileiro.

Vamos conhecer alguns desses modelos emblemáticos que escreveram a história da Triumph no Brasil.

- Publicidade -

Na primeira apresentação à imprensa, ainda em 2012, apenas três modelos foram lançados para o consumidor.

Uma delas foi a Tiger 800XC, um dos maiores ícones globais das Triumph e que logo caiu no gosto do consumidor brasileiro. Assim, com o passar dos anos, várias outras configurações e modernizações desta moto chegaram às concessionárias.

A última delas veio em maio de 2018. Líder do mercado nacional nesta categoria por vários anos, naquele momento a moto foi totalmente remodelada, ganhando seis modelos e mais de 200 inovações, especialmente no quadro e no motor.

A Tiger 800 foi uma das motos mais amadas, elogiadas e premiadas pela crítica internacional. Uma história de aventura de longa duração na indústria, com uma linhagem que começou com as Tigers ganhadoras da medalha de ouro no “Enduro Internacional de Seis Dias”, de 1936, e continuava com uma nova geração que incorporava todo o espírito característico da Tiger e leva sua capacidade para outro nível.

Na época, a Triumph direcionou as melhorias da nova Tiger 800 especificamente para a tecnologia, o conforto e o estilo, junto com a introdução de um motor de última geração.

Essa geração permaneceu no mercado até a chegada de outro sucesso global, a Tiger 900, em 2020.

Outro modelo histórico que participou da inauguração da Triumph no Brasil, em 2012, foi a Bonneville T100 — a primeira das clássicas da empresa a ser comercializada no mercado brasileiro, bem antes deste segmento virar verdadeira febre pelo mundo todo e da própria Triumph investir pesado em tantos novos modelos com este visual retrô, cheio de história e personalidade, e recheado de tecnologias de última geração. Pouco a pouco, a presença das clássicas nas concessionárias brasileiras foi crescendo.

No Salão Duas Rodas 2013, o público conheceu, por exemplo, com destaque no estande da marca, o segundo modelo, a Thruxton, com um visual surpreendente. Em 2014, um Bonneville T100, personalizada pelo artista Tarso Marques, foi utilizada pelo craque inglês David Beckham durante sua visita ao Brasil. Com a moto, o ex-jogador filmou um documentário na Amazônia.

Vários novas clássicas foram sendo incorporadas à linha nos anos seguintes, como a lendária Bonneville T120, a Bobber e a Scrambler, entre outras — todas já à venda em 2017. As clássicas passaram a fazer parte da Família Bonneville — virando uma categoria à parte, e promissora, dentro da marca.

E, em 2016, uma grande festa em São Paulo, no dia 9 de maio, marcou a apresentação da nova Família Bonneville aos consumidores brasileiros. Foi um sucesso! O público teve a oportunidade de conhecer de perto, totalmente modernizadas, motos como Bonneville T100, Bonneville T120 Black, Street Twin e Thruxton, entre outras que vieram logo depois.

Chegaram na época com o seguinte mote: “Chegou a nova geração de motocicletas Triumph Bonneville. Mais bonitas. Mais potentes. Mais capazes”.

Com elas, a Triumph liderou, globalmente, a construção, difusão e desenvolvimento do mercado das clássicas, ou modern classics, como também são conhecidas. Mas ainda não era suficiente para a Triumph. E, em 2021, num espaço de poucos meses, a montadora surpreendeu o mercado com a nova geração das suas motos clássicas.

A tradicional Família Bonneville passou a oferecer ainda mais desempenho, capacidade, conforto e segurança — e tudo isso sem perder todo aquele charme do visual retrô.

Esta, aliás, é uma grande diferença entre a Triumph e muitos modelos concorrentes deste segmento: as clássicas da Triumph são inspiradas em modelo reais que realmente existiram ao longo de sua rica história de 120 anos — alguns, como a própria Bonneville, estão entre as maiores referências do motociclismo mundial.

Hoje são oito opções para os clientes, cada uma com a sua personalidade própria, incluindo a futura Speedmaster, que será lançada em breve. Vale lembrar também é uma dessas novas clássicas, a Scrambler 1200, foi atração no último filme do agente secreto James Bond, o 007, em cenas de muita emoção.

Em 2013, teve início no Brasil a venda superesportiva Daytona 675R e, logo depois, em março do ano seguinte, a Daytona 675, um pouco mais simples e acessível.

A Daytona 675R ganhou dois prêmios de revistas especializadas no seu primeiro ano no Brasil. Totalmente remodelada desde o seu lançamento global em 2011 (que não foi vendido no Brasil), a moto manteve seu tradicional propulsor de três cilindros, mas teve sua potência ampliada em 3 cv, atingindo 128 cavalos.

Um novo chassi melhorou a distribuição de peso da motocicleta. Seu visual ganhou linhas mais retas na carenagem, um novo posicionamento do escapamento e o conjunto ótico foi renovado.

O modelo também ficou 1 kg mais leve, pesando agora 184 kg. Vários outros componentes também são novos, como as suspensões. Como resultado, a moto ficou mais rápida, segura e fácil de ser pilotada.

Referência absoluta no segmento desde o seu lançamento, a Daytona 675R definiu novos padrões para as superesportivas, passando rapidamente a ser reconhecida como a moto mais rápida na pista e a melhor para andar na estrada, além de contar com características que lhe conferiam personalidade própria, ao contrário de outras esportivas do mercado.

Nas pistas pelo mundo, a Daytona ganhou centenas de corridas e muitos títulos, ao mesmo tempo em que seduzia os admiradores com seu som diferenciado típico de um propulsor com três cilindros e um comportamento de mundo real na estrada.

O público brasileiro teve o primeiro contato com esse modelo no Salão Duas Rodas 2013, com vendas a partir de 2014.

Na época, seu nome era Rocket III Roadster, mas o modelo já era único, inesquecível e que proporciona uma pilotagem impressionante ao seu piloto, graças aos seu motor de 2.294 cc, capaz de desenvolver 148 cv de potência e 221 Nm de torque, já a 2.750 rpm.

O que já parecia incrível deu um novo salto tecnológico. Em 2020 chegou ao mercado nacional a novíssima Rocket 3 R. Mais do que uma mudança sutil de nome, o modelo ganhou um motor ainda mais espetacular, com 2.500 cc, 167 cv (a 6.000 rpm) e 221 Nm de torque (a 4.000 rpm) — é o maior torque oferecido por uma moto em todo o mundo.

Combinando uma postura incomparável, muita força, estilo magnífico e os mais altos níveis de tecnologia do mundo das motocicletas, a nova Triumph Rocket 3 R consegue, ao mesmo tempo, oferecer uma pilotagem fácil e um manuseio líder na sua categoria.

Torque instantâneo, controle incrível e muito conforto, capacidade e segurança em viagens são alguns dos pontos marcantes do novo modelo.

Assim, como toda a gama mais recente da Triumph, o novo motor da Rocket 3 R oferece tecnologias de ponta, como o sistema de aceleração Ride By Wire, além de um sistema de resfriamento líquido incorporado à moto com sensibilidade, para proporcionar um desempenho aprimorado e uma condução ainda mais eficiente.

Com detalhes maravilhosamente distintos, como o novo farol duplo em LED, incluindo o emblema triangular da marca, e o sistema de escape esculpido com três coletores, a nova linha Rocket 3 R tem uma postura incrivelmente imponente.

A Rocket 3 R oferece um nível de acabamento e detalhamento definidores de categoria da Triumph, contribuindo para seu estilo magnífico. O modelo traz, ainda, a mais alta especificação de freios já vista numa motocicleta.

Traz também componentes de suspensão premium e tecnologia de aprimoramento de última geração, projetada para oferecer manuseio fenomenal, conforto superior e capacidade de viagem durante todo o dia.

Levando a capacidade para o nível mais alto, a Rocket 3 R possui uma série de tecnologias de última geração com foco no piloto. Ainda em 2020, ela virou a moto oficial do Embaixador da Triumph no Brasil, o chef Henrique Fogaça.

O modelo Street Triple já estava à venda no Brasil desde 2017, mas foi mesmo três anos depois que a moto passou ela sua primeira grande revolução tecnológica. A nova Street Triple RS foi lançada no Brasil na manhã do dia 29 de julho de 2020.

O modelo, que pertence ao segmento Roadster, foi uma das principais atrações do estande da Triumph no Salão Duas Rodas em 2019. Leve, rápida, divertida, ágil e elegante – a Street Triple é um modelo revolucionário desde o seu lançamento, em 2007, com estilo diferenciado e emocionante motor triplo de 765 cc.

A moto virou referência em sua categoria graças à combinação do visual agressivo, da facilidade de pilotagem, do manuseio leve e intuitivo, do desempenho emocionante e, ainda, da sua trilha sonora exclusiva — seu incrível motor de três cilindros, uma marca tradicional da Triumph, que vem brilhando e batendo recordes, também, desde 2019, nas pistas de corridas da categoria Moto2.

O novo modelo chegou ao Brasil e demais mercados do mundo embalado pelo sucesso do seu motor triplo de 765 cc na categoria Moto2, desde o início de 2019. O motor de competição, embora com alterações tecnológicas, é derivado diretamente desta versão disponível para o público.

Graças a este propulsor, a Moto2 ganhou muito mais competitividade e emoção. E, logo no início de 2023, a Triumph lançará uma nova geração desta motocicleta. Segundo os engenheiros da Triumph, “a nova Street Triple 765 ficou mais potente e virou a moto mais equilibrada de todos os tempos, definindo um novo ponto de referência para o desempenho esportivo naked”.

Totalmente inspirada nas pistas da categoria Moto2, com muita mais capacidade, a nova Street Triple terá, nas duas versões superiores, a capacidade de desenvolver 130 cv de potência, redefinindo a categoria — uma tradição da Triumph em muitas de suas motos durante sua longa história.

A missão da engenharia da Triumph não era fácil: melhor ainda mais uma moto de grande sucesso no Brasil e no mundo e, aqui entre nós, foi um dos primeiros modelos a serem vendidos, ainda em 2012. Uma moto que fez grande sucesso até 2020.

Foi a partir desse desafio que nasceu a Tiger 900, a sucessora de uma lenda que jamais será esquecida. A Tiger 900 foi projetada para, simplesmente, estabelecer uma nova referência na sua categoria, proporcionando a máxima aventura em cada pilotagem.

O modelo ganhou, por exemplo, um novo motor triplo de 900 cc com respostas mais imediatas, um incrível padrão de acabamentos, equipamentos e especificações, nova tecnologia de pilotagem melhorada, um novo estilo e uma nova atitude ainda mais agressiva.

E mais: a Tiger 900 ficou significativamente mais leve que os modelos anteriores, garantindo que ela seja a moto Adventure de médio porte mais capaz, ágil e dinâmica do planeta. O novo motor oferece um pico de torque 10% maior do que os modelos Tiger 800 anteriores — são 87 Nm (a 7.250 rpm), com redução de torque aprimorada e em todas as rotações.

A potência também aumenta em todas as faixas de rotações, com 9% a mais na faixa intermediária e um pico de potência de 95 cv (a 8.750 rpm). Isso tudo, combinado, proporciona uma aceleração mais ágil, superando significativamente o modelo Tiger 800 da geração anterior e também a concorrente mais próxima.

A lista de inovações dessa moto é impressionante. O modelo também é equipado com um pacote de tecnologias de pilotagem de última geração, como novos instrumentos TFT de sete polegadas líderes da categoria, Sistema de Conectividade My Triumph (conectado ao celular do piloto, permite atender chamadas telefônicas, selecionar músicas no celular, navegar passo a passo pelo Google e ainda controlar a câmera GoPro), novo sistema de freios ABS otimizado para curvas e controle de tração seis modos de pilotagem, iluminação inteira em LED, sistema de Auxílio de Troca de marcha Triumph (TSA), entre outras sofisticações de conforto e segurança.

Desde a primeira Tiger 1200 lançada no Brasil em 2014, muita coisa mudou. O modelo foi evoluindo continuamente e, recentemente, chegou à Rede totalmente modernizada.

Ela ficou muito mais leve e muito mais potente, com manuseio e especificações líderes da categoria, além de toda a vantagem de desempenho do novo motor triplo T-Plane. Tiger 1200 foi projetada para ser a motocicleta adventure de grande capacidade mais potente, ágil e manobrável do mundo. E o objetivo foi plenamente atingido, como mostra seu sucesso global.

Apresentando uma transformação na capacidade e no desempenho no asfalto e a experiência off-road mais dinâmica e empolgante, a nova geração traz o melhor de todos os mundos, incluindo pela primeira vez duas novas opções de tanque de combustível com capacidade de 20 litros e também de 30 litros, nas versões Explorer.

Seu novíssimo motor de três cilindros T-Plane é um propulsor que oferece o melhor dos mundos. Tem a capacidade de redução de marchas de um motor de dois cilindros, tornando o modelo ótimo para o uso off-road, combinada com os benefícios de desempenho de um motor triplo na potência máxima, o que torna a Tiger 1200 ainda melhor nas estradas, onde os pilotos passam a maior parte do tempo.

Além do aumento de potência e de torque, o novo motor foi ajustado para oferecer uma aceleração aprimorada e uma personalidade muito mais responsiva e empolgante.

Os freios Brembo Stylema, líderes da categoria, são instalados em todos os modelos da Tiger 1200 para um desempenho potente e progressivo.

A incrível potência de frenagem fornecida pelas pinças Brembo é gerenciada pelo avançado sistema de freios ABS Otimizado para Curvas, instalado em todos os novos modelos, e apoiado por uma sofisticada IMU (Unidade de Medição de Inércia), que mensura continuamente o movimento da motocicleta (taxa de inclinação, taxa de guinada, taxa de rotação, aceleração vertical, aceleração lateral, aceleração longitudinal) para calcular o ângulo de inclinação da moto e fornecer o nível ideal de intervenção do ABS.

O Controle de Tração Otimizado para Curvas vem como padrão em toda a nova linha, sendo apoiado pela IMU avançada da moto para fornecer a resposta de controle de tração ideal para as condições de pilotagem.

Todas as informações importantes que o motociclista precisa são apresentadas por meio do novo painel de instrumentos TFT de 7 polegadas, líder da categoria, que traz um novo pacote gráfico.

O Sistema de Conectividade My Triumph também é instalado como padrão em todos os modelos, permitindo chamadas, navegação curva a curva e controle da câmera GoPro. Dependendo do modelo, há até seis modos de pilotagem disponíveis.

Matérias relacionadas

Monte seu Fiat Pulse

Mais recentes

Menos combustível, mais Volvo!

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança