terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Ford promove aula inaugural do programa de formação profissional Ford Enter em São Paulo

Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul, deu boas-vindas aos alunos do programa que capacita pessoas de baixa renda para atuar no mercado de tecnologia da informação

O mercado brasileiro tem carência de profissionais qualificados na área de tecnologia e, ao mesmo tempo, há muitas pessoas de baixa renda sem acesso à educação e empregos de qualidade.

Para conciliar essas duas necessidades, a Ford, por meio do Ford Fund, seu braço filantrópico, criou o programa Ford Enter, que teve sua aula inaugural no espaço Ford Academy, em São Paulo. Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul, participou do evento e deu boas-vindas aos alunos..

“A tecnologia é fundamental para o contínuo desenvolvimento do nosso país. Quando olhamos para o setor automotivo, vemos que o futuro será cada vez mais conectado, autônomo, elétrico e tecnológico. Com o Ford Enter, estamos dando nossa contribuição para que os alunos possam ter acesso a empregos de qualidade, desenvolvendo as habilidades digitais necessárias para aproveitar as oportunidades desse mercado que está em expansão e tem carência de profissionais”, disse Daniel Justo.

Segundo ele, o compromisso social faz parte do DNA da Ford, que realiza ações sociais no mundo todo por meio do Ford Fund há mais de 70 anos. “Mais do que um projeto de capacitação, o Ford Enter representa uma oportunidade para que mais pessoas possam concretizar o sonho de construir uma carreira qualificada, alcançar a segurança social e ter uma vida melhor”, completou.

Profissionais valorizados – O Ford Enter foi desenvolvido pela Ford Brasil e pelo Ford Fund, braço filantrópico da marca, em parceria com o GlobalGiving, organização sem fins lucrativos que conecta doadores com projetos de responsabilidade social em todo o mundo, e o SENAI-SP.

O primeiro processo seletivo recebeu cerca de 4.000 inscrições concorrendo a 80 vagas, o que mostra a relevância da iniciativa. Este ano, o programa vai oferecer um total de 200 vagas e, em breve, uma nova seleção será aberta pelo site www.fordenter.ford.com.

Os candidatos devem ter 18 anos ou mais, ensino médio completo, renda familiar de até quatro salários mínimos e morar na Região Metropolitana de São Paulo. A diversidade, equidade e inclusão é outro objetivo do programa que está sendo atendido com a participação de pessoas autodeclaradas negras, pardas, amarelas ou indígenas, pertencentes à comunidade LGBTQI+ e mulheres cis e trans.

O Brasil está entre os dez países com maior dificuldade em preencher vagas qualificadas, principalmente no segmento de tecnologia da informação e dados, segundo uma pesquisa do ManpowerGroup. Outro estudo, da Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais), aponta que, em 2025, é previsto um déficit de mais de 500 mil profissionais na área de tecnologia.

Formação e suporte – O Ford <Enter> é totalmente gratuito e não exige conhecimento prévio de tecnologia dos participantes. O programa inclui formação comportamental e técnica e tem duração de seis meses, com 440 horas de aulas presenciais.

Para atender às necessidades dos alunos, foram criadas turmas com horários diferentes, com aulas durante a semana – de manhã, à tarde ou à noite – ou aos sábados.

Além da formação técnica em “front-end”, considerada a porta de entrada no mercado de tecnologia, o programa conta com aulas de inglês técnico, lógica e habilidades comportamentais a cargo de professores do SENAI-SP. Há também sessões de mentoria e palestras com a participação de executivos da Ford.

Os alunos têm ajuda de custo para alimentação e transporte, além de suporte pedagógico e assistência social. No final, os estudantes receberão um certificado e alguns serão selecionados para uma etapa adicional de aprendizado, a formação “back-end”. Eles terão ainda apoio de um time de especialistas na busca ativa de oportunidades de trabalho e preparação para entrevistas.

O SENAI-SP é um parceiro estratégico da Ford nesse projeto, unindo a experiência de mais de 80 anos na área de ensino com a estrutura completa das instalações da unidade Conde José Vicente de Azevedo, no bairro do Ipiranga, na capital paulista.

“A educação é um dos elementos mais importantes na construção de um mundo cada vez melhor”, afirma Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford América do Sul. “É por isso que nos aliamos a uma instituição reconhecida pela excelência do seu corpo docente, com educadores que trabalham na formação de profissionais de alta qualidade para além da questão técnica, mas também ética”, completa Golfarb.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn