segunda-feira, 26 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Melhor equipe de Serviços representará Brasil em final mundial na Suécia

Btech, do Rio Grande do Sul, vai disputar o título inédito do Top Team com participantes de outros 11 países

O Scania Top Team 2022/2023, torneio global apenas de colaboradores da área de serviços da rede de concessionárias da marca, vai conhecer o país campeão nesta sexta-feira (21), na Suécia. O Brasil está entre os 12 melhores países do mundo.

Representam as Américas, as equipes Btech — a tricampeã nacional dos gaúchos da Casa Brasdiesel, de Ijuí (RS), — e La Mudoneta, de Buenos Aires (Argentina), classificadas na final regional, que foi realizada em novembro na própria Argentina.

Ao todo a edição atual contou com a participação de mais de 70 países e 8 mil profissionais. Um dos objetivos é a atração de mecânicos para a rede Scania, uma profissão escassa no mercado e que possui centenas de vagas em aberto em todo o país.

O Top Team é uma competição organizada mundialmente pela Scania para promover a competência técnica com os objetivos de desenvolvimento, capacitação, valorização e reconhecimento, incentivando o trabalho em equipe.

No Brasil, a Scania Academy e a Associação Brasileira dos Concessionários Scania (Assobrasc) contribuem com o suporte necessário aos profissionais e na realização das etapas.

As doze equipes que vão disputar o título na Suécia, sede da Scania, representam os seguintes países: Alemanha, Argentina, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Irã, Irlanda, Itália, Malásia, Nova Zelândia (atual campeã mundial), Suécia e Taiwan.

Nesta quinta-feira (dia 20) haverá a semifinal com provas teóricas e estações práticas. Se classificarão as quatro primeiras equipes. A Super Final será na sexta-feira (21) também com testes teóricos e estações práticas. A vencedorá será a campeã mundial.

Tanto nas provas teóricas quanto nas estações práticas os participantes enfrentam desafios de diagnósticos em veículos/componentes baseados na literatura técnica da Scania, e avaliam a competência técnica, a habilidade de realizar diagnósticos e de solucionar problemas no menor tempo possível, sempre trabalhando em equipe. A competição reproduz em um ambiente de laboratório as condições da realidade diária de caminhões, ônibus e motores Scania.

A Btech, que pela terceira vez consecutiva obteve a vaga para a decisão mundial, é formada pelo mecânico geral Marcelo Bueno e Neilson Goi Freitag, mecânico de transmissão, os únicos tricampeões originais, e os estreantes na edição 2022/2023 do torneio Diorle da Silva Legonde, mecânico geral e coaching do time, Bruno Claudy Alves, eletricista, Jardel Bealozourw Franco, mecânico de motor, e John Maicon Fritz Noronha, consultor técnico. Ao longo dos anos, representantes venceram as edições 2014/2015, 2017/2018 e 2022/2023.

Brasil em busca do título inédito – “O Top Team é uma grande oportunidade para os profissionais técnicos estarem em equipe aperfeiçoando juntos os conhecimentos, buscando novos aprendizados e mostrando o quanto conhecem o produto Scania.

Eles se tornarão ainda mais capazes de entregar bons serviços aos clientes e de se reciclar. Trata-se de uma ferramenta de capacitação profissional em forma de competição de sucesso”, afirma Maria Luiza Delavy, diretora da área de Pessoas e Cultura da Scania Operações Comerciais Brasil e da Scania Academy.

“A profissão de mecânico está escassa no Brasil e estamos com centenas de oportunidades em aberto por falta de interessados ou qualificados para as vagas. Um dos objetivos do torneio é a atratividade para esta função em nossa rede de concessionárias. Este é um gargalo cada vez maior na indústria automotiva.”

“O grande vencedor é o cliente Scania. Para a Scania, o Top Team, do ponto de vista do negócio, proporciona qualidade e excelência no atendimento de serviços, melhora a experiência do cliente com a nossa rede, garante alta disponibilidade das frotas, mais rapidez na entrega dos veículos nas oficinas e, por consequência, que eles rodem o máximo do tempo possível trazendo aumento da rentabilidade ao proprietário”, diz Marcelo Montanha, diretor de Serviços da Scania Operações Comerciais Brasil.

“Já na visão da importância para a rede de concessionárias, o Top Team qualifica e desenvolve mais habilidades e competências dos profissionais, valoriza a profissão e mantém as equipes sempre atualizadas, com um grande incentivo à busca do conhecimento. Justamente porque o cliente deseja que seu veículo chegue na concessionária e seja atendido de forma precisa, com o diagnóstico certo e numa solução ágil para que ele volte à operação rapidamente.”

Humildade e foco para representar mais uma vez o Brasil – “A Btech está muito bem preparada, pois fizemos treinamentos completos e intensivos, simulando o máximo de situações possíveis. Tivemos todo o apoio do corpo técnico envolvido na competição. Também destacamos o suporte interno de todos os colaboradores da Brasdiesel.

Especialmente, nas oficinas, quando a equipe estava ausente, estudando e fazendo os treinamentos”, conta André Decker, que fez parte da Btec e se tornou gerente-geral de Pós-Vendas da Brasdiesel. “Esta competição representa uma ferramenta importante de desenvolvimento do time técnico. Na prática, ganhamos em diagnósticos mais rápidos e eficientes, trazendo mais disponibilidade às frotas dos clientes e elevando a qualidade dos nossos atendimentos.”

Para o tricampeão Marcelo Bueno, mecânico mais experiente da equipe, conhecimento técnico, aliado a dedicação e foco é a chave para o sucesso. “Para esta edição, recebemos quatro novos componentes e o equilíbrio e a união foram decisivos. A nossa equipe está mais entrosada e equilibrada. O emocional também está bom, o que ajuda muito, e o nosso compromisso é fazer um bom trabalho na Suécia”, salienta. “São muitos detalhes nas provas, então temos que ter muita atenção. Mas penso que já somos campeões, pois vamos fazer o que pudermos de melhor. Em casa, nossas famílias estão apoiando, mas sem cobrar que temos de ganhar. Exatamente como foi na final da Argentina. É muito importante essa mentalidade”, completa.

“Para esta terceira final mundial, ganhamos muita experiência. Iremos mais atentos ao tempo e à velocidade das provas. Equilibramos nas finais nacional e regional a organização da equipe com a parte emocional, e trabalhamos com mais facilidade. Aprendemos a ganhar tempo para as partes práticas e teórica, o que nos propiciou uma dinâmica maior para o grupo”, analisa Neilson Freitag, mecânico de transmissão.

“A expectativa é grande e será maravilhoso participar de uma final mundial. Estamos muito confiantes que podemos ser campeões. Mas, estamos indo muito leves como equipe. Queremos fazer um bom trabalho, independentemente do resultado”, diz John Noronha, consultor técnico.

“Sou o coach da equipe e falo para eles que 80% da competição é contra eles mesmos. Se conseguirem se controlar, 80% estará bem encaminhado. O resto são os problemas das provas. Eu fico mais nervoso porque não posso falar nada durante as provas. São 20 minutos que parecem uma eternidade na estação”, conta Diorle da Silva Legonde, mecânico geral e coaching do time.

Jardel Bealozourw Franco, mecânico de motor, faz coro aos agradecimentos. “Aos colegas da concessionária, pois enquanto paramos para estudar, eles supriram a nossa falta na oficina. Além das nossas famílias, esposas, que ficam com as crianças, e seguem torcendo por nós. Agradecer à Scania pelo suporte, à Scania Academy pelos treinamentos, e, principalmente, o apoio de todo o Grupo Brasdiesel que acredita na equipe”, reforça.

Top Team 2022/2023 – A edição brasileira registrou 196 times e quase 1 mil participantes. A Btech se tornou a melhor equipe de Serviços do Brasil no dia 11 de junho de 2022. Foram dez finalistas, de quatro estados.

Histórico – O Top Team nasceu na Suécia em 1996. Na primeira edição, participaram os cinco países nórdicos Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca e Islândia. Em 2003, a competição contou com representantes de 17 países europeus.

Em 2005, o número de países subiu para 21. O ano de 2011 registrou 44 representantes e marcou a estreia do Brasil no evento, que chegou até a final mundial com a equipe da Codema (Guarulhos — SP).

Em 2012/2013, a vencedora nacional foi a Battistella, de São José dos Pinhais — PR. Nas últimas edições (2014/2015) e (2017/2018), a vitória foi da então chamada Btec da Brasdiesel, do Rio Grande do Sul.

Em 2021, em função da pandemia, não foi realizado o torneio presencial. Por isso, foi criado o Top Team Challenge, que recebeu de forma virtual ideias para melhorias nos serviços da rede Scania. O Brasil teve 164 equipes e 256 projetos apresentados (52% de todas as sugestões enviadas em todo o mundo). A Casa Scania Movesa Vitória da Conquista (BA) levou não só o primeiro lugar no pódio nacional como também conquistou a segunda colocação no ranking global.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn