domingo, 25 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Juntas homocinéticas: conheça os tipos e ferramentas essenciais para substituição

Um dos modelos mais conhecidos é o que conta com uma junta fixa e uma deslizante, mas há outros tipos.

A Nakata, referência em peças automotivas, esclarece a importância das juntas homocinéticas para o desempenho dos veículos e explora os principais tipos disponíveis no mercado, assim como as ferramentas necessárias para uma substituição eficiente desses componentes cruciais.

As juntas homocinéticas desempenham um papel vital na transmissão da velocidade constante da saída do diferencial para as rodas, permitindo movimentos angulares e telescópicos essenciais para acompanhar o movimento da suspensão. A Nakata, renomada no setor de peças automotivas, destaca a relevância desses componentes e fornece insights sobre os principais tipos disponíveis no mercado.

Existem diversas configurações de eixo homocinético, e a Nakata destaca algumas das mais comuns. A junta fixa, por exemplo, permite um movimento angular de até 50º, enquanto a deslizante oferece movimento angular até 22º e telescópico até 45 mm. Outro modelo utiliza junta fixa em conjunto com tulipa e tripeça, proporcionando uma articulação de até 25º e movimento telescópico de até 55 mm, segundo Leandro Leite, coordenador de Assistência Técnica da Nakata.

Leite também destaca a presença de um modelo com duas juntas deslizantes, comumente usado em sistemas de tração traseira de veículos que não esterçam as rodas. Além disso, a evolução continua, com um modelo em que o movimento telescópico é realizado pelo próprio semieixo.

No caso da substituição dessas peças, a Nakata enfatiza a importância de ferramentas específicas. Além das ferramentas universais, são necessários sacadores especializados, como sacador da junta no cubo e no eixo, alicates para fechar abraçadeiras, alicates de bico para as travas, extratores do pivô e terminal, além do imprescindível torquímetro.

Essas ferramentas especializadas garantem uma substituição eficiente e segura das juntas homocinéticas, garantindo o desempenho adequado e a durabilidade dos sistemas de transmissão dos veículos.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn