Scania alcança marca de 20 mil veículos conectados no Brasil

A Scania acaba de atingir 20 mil veículos conectados no Brasil, desde o lançamento do serviço em janeiro de 2017. São cerca de 18.800 caminhões e 1.200 ônibus ativos.

A projeção da fabricante é atingir 28 mil até o fim de 2019. Ao redor do planeta, a Scania possui 400 mil veículos comerciais conectados que geram dados usados para melhorias nas operações de transporte dos clientes.

“Toda esta inteligência de dados nos proporcionam resultados práticos fantásticos. Conseguimos ir bem no detalhe da operação do cliente para economizar combustível e diminuir emissões de poluentes, aumentar a rentabilidade e disponibilidade da frota, além de ajudar a melhorar a condução do motorista e diminuir os acidentes”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

“A conectividade criou uma nova gestão para quem atua no setor de transportes e a sobrevivência no mercado passa por tirar o máximo de proveito da análise qualitativa dos dados da viagem.”

Lançados em 2017, Serviços Conectados oferecem duas opções de pacotes e fazem a diferença na nova gestão dos clientes do transporte de cargas

Nos Serviços Conectados Scania os dados são enviados por um módulo (Communicator), instalado nos veículos desde maio de 2016; para veículos a partir de 2012 é possível também instalar, mas com um custo. São duas opções de pacotes (Análise e Desempenho).

O Análise, gratuito por 10 anos, gera relatórios semanais e mensais.

O Desempenho, de custo muito competitivo, permite um acompanhamento em tempo real do veículo e do motorista, individualmente, e tem o retorno imediato do investimento.

“Estamos comemorando bastante esta marca de 20 mil veículos conectados no Brasil. Não se trata apenas de um número, mas do quanto estamos interferindo positivamente na redução de custos dos clientes, sejam pequenos, médios ou grandes clientes”, diz Fábio Souza, diretor de Serviços da Scania no Brasil.

“O mais interessante é que são 7 mil veículos com o pacote Desempenho, que representam cerca de 35% dos 20 mil. Ou seja, o cliente está investindo porque enxerga um benefício. Ele vê na prática o quanto pode diminuir de custos com diesel, desgaste de pneus e lonas, manutenção e, desta forma, aumentar a vida últil da composição”, completa Souza.

De acordo com o diretor, os 7 mil veículos com o pacote Desempenho colocam a Scania Brasil em quarto lugar no ranking mundial entre todos os mais de 100 países onde a fabricante atua.

Dos 7 mil, são 6.700 caminhões e 300 ônibus. Em junho de 2018, eram menos de 10 mil conectados e apenas 766 veículos com o pacote mais completo.

“A opção do Desempenho pulou de 8% do total para os 35% deste momento. É um sucesso absoluto. A rede de concessionárias Scania pode demonstrar ao cliente todas as vantagens dos Serviços Conectados, inclusive com projeções reais com base no dia a dia de rodagem da frota.”

Número atingido também comprova outra tendência – A Scania lançou no Brasil, em outubro de 2018, sua Nova Geração de caminhões, que elevou ainda mais os benefícios da conectividade por meio dos serviços.

“Para quem tem o veículo da geração anterior e está adquirindo o lançamento estamos comprovando a importância da continuidade. Por outro lado, os novos clientes da marca já percebem claramente o salto de rentabilidade.

A tendência de conectar o caminhão com o serviço pago só aumenta. Quanto mais tecnologia tiver o produto mais a conectividade irá contribuir. É a nova gestão sustentável do negócio”, salienta Souza.

A tendência se comprova pelos números. Dos quase 1.900 caminhões conectados da Nova Geração, cerca de 1.100 já têm o pacote Desempenho. São quase 60% do total. “A curva vai continuar subindo”, prevê Souza.

Na nova gestão dos transportes tudo passa pela conectividade – Nenhum outro concorrente revolucionou tanto o mercado com soluções de serviços nos últimos anos como a Scania.

Desde o Driver Services (treinamento), o Programa de Manutenção com Planos Flexíveis (16% na redução de custos e aumento de até 20% de disponibilidade), até a novidade mais recente, o PMS Fleet Care (para cada cliente é designado um gestor de frota para cuidar dos veículos). Tudo o que envolve produto e serviços na Nova Geração passa pela conectividade”, conclui Souza.