domingo, 21 abril , 2024
28 C
Recife

Exposição especial no Audi Museum Mobile em comemoração ao 125º aniversário do fundador da DKW

“A marca DKW não é apenas uma parte importante da história da AUDI AG. Sem a DKW, talvez a Audi nem existisse hoje.” Thomas Frank, responsável pelo departamento Audi Tradition, refere-se aos difíceis anos após a Segunda Guerra Mundial quando a Auto Union tentava um recomeço em Ingolstadt após a sua dissolução na Saxônia.

- Publicidade -

Foram as motocicletas e carros DKW, com seus motores de dois tempos, que ajudaram a companhia a reerguer-se.

Por esta, entre outras razões, a Audi Tradition está homenageando o fundador da DKW, Jörgen Skafte Rasmussen, que estaria celebrando seu 125º aniversário em 30 de julho, com a exposição especial “A estrada para o sucesso em dois tempos” no Audi Museum Mobile em Ingolstadt, de 03 de julho a 23 de setembro de 2003.

- Publicidade -

Nascido em Nakskov, Dinamarca, Rasmussen recebeu treinamento como engenheiro em Mittweida e Zwickau e, em 1907, aos 29 anos, montou uma pequena fábrica em Zschopau, Saxônia, que produzia acessórios para caldeiras a vapor.

Durante a Primeira Guerra Mundial, o dinamarquês desenvolveu um veículo movido a vapor, em alemão Dampfkraftwagen, cujas iniciais deram nome aos produtos.

Após 1918, Rasmussen trocou para motores de dois tempos em Zschopau e deu início à produção de motocicletas.

- Publicidade -

Devido a um incrível crescimento nos negócios, ele conseguiu transformar a empresa Zschopauer Motorenwerke na maior fábrica de motocicletas do mundo em 1928.

No mesmo ano Rasmussen começou a produzir carros, tornando-se a primeira pessoa na Alemanha a produzir veículos com tração dianteira como padrão. Eles se tornaram cada vez mais populares.

A DKW, apesar de tudo, também sofreu os efeitos da Grande Depressão e, por iniciativa do Saxon State Bank, os produtores de veículos Audi, Horch, DKW e Wanderer uniram-se na companhia Auto Union. Rasmussen foi uma das pessoas-chave na fundação da Auto Union AG e tornou-se membro do seu Conselho de 1932 a 1934.

Apesar disso, diferenças irreconciliáveis sobre o gerenciamento da empresa levaram Rasmussen a deixar a Auto Union AG em 1935. Depois da Segunda Guerra Mundial ele retornou para a Dinamarca onde morreu em Copenhagen em 12 de agosto de 1964.

Rasmussen foi inovador em muitos aspectos relacionados à DKW. A marca chegou ao mercado em um momento em que a concorrência já estava instalada há muito tempo e conseguiu apelar para a emoção de seus consumidores e distribuidores.

Com produtos brilhantemente simples e duráveis, a DKW levou grandes segmentos da população tornarem-se motorizados.

Encorajados por estratégias inteligentes de propaganda e formas de pagamento atrativas, os consumidores começaram a confiar na marca, à qual permaneceram fiéis após a guerra, apesar de não haver novos produtos DKW por anos seguidos.

Uma série de exposições especiais estará em exibição no Audi Museum Mobile. Por exemplo, itens que pertenceram a Jörgen Skafte Rasmussen, como o 20.000º motor auxiliar de motocicleta produzido com o qual os operários presentearam seu chefe.

E o famoso motor de brinquedo “Des Knaben Wunsch” que produz um cavalo de força.

Os motores em exposição incluem também unidades que não foram produzidas para a estrada, como um motor para aeronave e o extremamente raro motor DKW de 4 cilindros em linha que, originalmente desenvolvido para automóveis, foi desenvolvido em pequeno número para uso estático.

A mostra une estágios importantes na história da DKW e os locais históricos de produção, como Zschopau, Zwickau e Spandau.

Em Spandau, por exemplo, os chassis de madeira recobertos com imitação de couro foram produzidos para os veículos DKW Front.

A montagem final subseqüente aconteceu em Zwickau, onde chassis e motores eram montados. Sobre este assunto, um filme contendo documentação histórica do processo de produção na época será exibido.

As exposições incluirão um DKW PS 600 juntamente com o chassi de madeira do veículo. Um chassi DKW F5 ao lado do veículo terminado estará exposto na área “Zwickau” da mostra.

A reprodução de um estande DKW de uma feira de 1930 será o ponto focal da exibição especial “A estrada para o sucesso em dois tempos”. Nove veículos estarão lá, incluindo raridades como o DKW Schwebeklasse Roadster (1935), o Golem chair-bike (1921) e o caminhão Framo (1928).

A Audi é uma empresa que desenvolve e produz automóveis de alta qualidade. Em 2002 a companhia vendeu mais de 741.000 modelos.

Com mais de 50.000 empregados, o Grupo Audi irá investir 11,4 bilhões de Euros nos próximos cinco anos. A Audi também possui uma fábrica no Brasil, joint venture com a Volkswagen, onde emprega outros 2600 funcionários.

Matérias relacionadas

Monte seu Fiat Pulse

Mais recentes

Menos combustível, mais Volvo!

Destaques Mecânica Online

SIMPÓSIO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA, EMISSÕES E COMBUSTÍVEIS

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança