quarta-feira, 22 maio , 2024
28 C
Recife

Óleo mancha confiabilidade do motor 1.0 VHT da Volkswagen

Maior consumo do óleo lubrificante e ruído como uma rajada são as principais características de problema que inicialmente atinge alguns motores de Gol, Voyage e Fox

- Publicidade -

Reportagem | Tarcisio Dias

Os proprietários do Gol (Geração 5), Voyage e Fox tomaram um susto no final do mês de outubro quando viram que seus veículos estavam no centro das atenções no noticiário.

Informações davam conta que os motores presentes nesses modelos estavam apresentando problemas relacionados com o aumento no consumo do óleo lubrificante e ruído como uma rajada quando o motor estava em pleno funcionamento.

A maior parte dos veículos com problema estavam com a quilometragem entre 10 mil e 15 mil quilômetros rodados.

- Publicidade -

A Volkswagen rapidamente se manifestou sobre o problema. Estava no pool de imprensa que a própria montadora convidou para conhecer de perto o Novo Fox, em Brasília, DF, e acompanhei todo o desenrolar da situação.

Na abertura da coletiva de imprensa do novo modelo da Volkswagen o primeiro assunto em questão foi um esclarecimento sobre as ocorrências com o VHT 1.0 litro.

A montadora informou que após análises realizadas, identificou como causa dos ruídos internos a deficiência na lubrificação do motor, provocada pela perda das propriedades de lubrificação do óleo, em função da ação do álcool combustível no tipo de óleo utilizado.

O problema estaria na própria Volkswagen, que em abril de 2008 mudou a especificação do óleo lubrificante para o primeiro abastecimento, visando melhorias no motor VHT.

A rapidez não ficou apenas no esclarecimento do fato, mas também da solução. A Volkswagen anunciou que voltaria a utilizar a especificação anterior do óleo lubrificante e adicionalmente estenderia o prazo de garantia dos motores VHT 1.0 litro, produzidos de abril de 2008 de 3 para 4 anos.

- Publicidade -

Embora a Volkswagen tenha declarado como problema a aceitação do óleo lubrificante, concessionários têm afirmado à imprensa que o defeito está nas peças estruturais do motor, por não terem recebido tratamento térmico, como forma de reduzir custos.

Para finalizar a questão um novo comunicado foi distribuído alguns dias depois com a ação – Oficina Ativa – direcionada para cerca de 400 mil veículos com motores VHT 1.0 litro, instalados a partir de abril de 2008, válida para os modelos Gol, Voyage e Fox, com os seguintes procedimentos:

Substituição do óleo lubrificante do motor;
Mudança na orientação para troca de óleo para a cada 6 (seis) meses ou 10.000 km de uso, o que ocorrer primeiro;
Extensão do prazo de garantia desses motores, de 3 para 4 anos, como prova da confiança na segurança, qualidade e durabilidade de seus produtos.
A ação não gerará gastos ao cliente, e caso os proprietários dos modelos queiram mais informações, a Volkswagen disponibiliza seu Call Center: 0800 019 5775. A montadora conhece 300 casos de unidades com esse defeito, que segundo ela deverá acontecer em 1 de cada 1000 unidades.

O presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, afirmou durante o evento de lançamento do novo Fox que a companhia “irá se responsabilizar 100%” pelo defeito. “Vamos estender a garantia do motor de três para quatro anos”, disse o executivo.

Tudo como manda o figurino e apagando o calor da informação em pleno lançamento de um novo modelo, com toda imprensa especializada reunida.

Mas o portal Mecânica Online procurou obter maiores informações sobre o problema e também sua rápida solução.

A maioria da queixa está relacionada com o Volkswagen Gol. Poucas ocorrências com Voyage ou mesmo o Fox. Até o momento não consta nenhuma ocorrência com a motorização 1.6 litro, pelo menos oficialmente.

Antes de virar uma notícia de muitos, a Volkswagen adotou outras soluções para o problema. Em reportagem publicada no Jornal da Tarde, um veículo Gol com aproximadamente 10 mil quilômetros rodados apresentou o barulho semelhante ao de válvulas batendo e o problema foi declarado como no bloco e cabeçote.

Simplesmente o motor foi trocado. Numa outra situação um Gol com apenas 500 quilômetros rodados teve o cabeçote trocado, sendo a origem do problema o ruído de sempre.

O assunto em questão abre espaço para muitas dúvidas. As primeiras são relacionadas até mesmo com a própria ação denominada Oficina Ativa. Normalmente toda troca de óleo é acompanhada da troca do filtro de óleo.

Não há nada relacionado com a troca do filtro de óleo na apresentação da campanha. Será que eles vão querer trocar apenas o óleo? É o mesmo que tomar banho e voltar a usar a mesma roupa suja. Não há datas definidas para o início e término da campanha, haja vista que temos uma campanha e não um recall.

Conversando com o consultor técnico automotivo, Darci Ziebert, outras questões também surgem. O combustível álcool não teria como realizar uma ação para reduzir as propriedades lubrificantes do óleo do motor.

“Num motor utilizando apenas o álcool, ele praticamente não degrada o óleo do cárter, tanto é que depois de 10 ou 15 mil quilômetros e você vai trocar o óleo, ele sai limpinho”, destaca Ziebert. Ele também deixa claro que normalmente a origem de ruídos no motor está relacionado com a deficiência da lubrificação no motor.

No primeiro momento o assunto principal é a troca do óleo, mas realmente a essência da solução do problema pode está relacionada com a segunda atitude que a Volkswagen está tomando com a campanha Oficina Ativa – Mudança na orientação para troca de óleo para a cada 6 (seis) meses ou 10.000 km de uso, o que ocorrer primeiro – com essa atitude há menor possibilidade do óleo lubrificante perder suas propriedades lubrificantes e manter o pleno funcionamento do motor.

Algumas pessoas chegaram a informar que verificaram componentes do motor com sinais de influência térmica, ou seja, a peça esquentou, ficou trabalhando além da sua temperatura normal estabelecida.

Esse problema também é influenciado na falta de ação do óleo lubrificante.

Dificilmente essa ocorrência seria ocasionada pela falta do tratamento térmico necessário quando da usinagem dos componentes para a composição do motor.

Veja também | Mais um recall e mais uma marca colocada à prova
| Volkswagen inicia campanha para motores 1.0L dos modelos Novo Gol, Voyage e Fox

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais