Mercedes-Benz

A3 Sedan: o principal carro da Audi em 2014

“Modelo não tem nenhum painel metálico em comum com os modelos irmãos A3 e A3 Sportback. Capacidade do porta-malas é de 425 litros que pode ser aumentada para até 880 litros com o rebatimento dos encostos dos bancos traseiros.”

O mercado de sedãs compactos começa o ano com duas boas novidades. Na semana passada avaliamos o Mercedes CLA e agora é a vez do A3 Sedan. Quem ganha é o consumidor com dois bons veículos com focos distintos: um mais direcionado na exclusividade e com design funcional e arrebatador. O outro mantém todo o DNA da Audi para combinar tecnologia com eficiência energética.

Quando o assunto é tecnologia a Audi está sempre procurando a melhor solução para oferecer esportividade com eficiência energética. Com o A3 Sedan não é diferente.

A motorização 1.8 litro TFSI produz 180 cavalos de potência e 250 Nm de torque máximo, que combina com a transmissão automatizada de dupla embreagem com sete velocidades. O resultado é um consumo combinado de 17,8 km/l, segundo normas europeias.

Estrutura mecânica – O design e construção com peso reduzido estão entre as maiores especialidades da Audi. Como pioneira nesse campo, a marca reverteu a tendência de fabricação de veículos cada vez mais pesados.

A versão básica do novo A3 Sedan com câmbio S tronic tem peso em ordem de marcha (sem o motorista) de apenas 1.295 quilos, o que estabelece um novo padrão em sua categoria. Apesar disso, esse quatro portas é imponente: tem 4.456 milímetros de comprimento, distância entre eixos de 2.637 mm, 1.796 mm de largura e 1.416 mm de altura.

Seja em alumínio, aço ou materiais compostos, os desenvolvedores de carrocerias da Audi possuem uma vasta experiência. Ao invés de se limitarem ao uso de apenas um desses materiais, esses especialistas utilizam combinações ideais de materiais que resultem em uma mescla de propriedades perfeita.

Aços temperados na matriz constituem 26% da carroceria do A3 Sedan. Antes de serem conformados, eles são aquecidos num forno de fluxo contínuo até cerca de 1.000 ºC e, em seguida, resfriados para aproximadamente 200º C – processo de têmpera do material, em uma prensa de estampagem refrigerada a água.

Essa queda radical na temperatura cria uma estrutura de ferro e carbono com excepcional resistência à tensão, é o aumento da dureza do material. Componentes feitos desses aços de alta tecnologia podem ter paredes relativamente estreitas e, consequentemente, menor peso.

Componentes temperados nas matrizes são usados na transição entre a dianteira do carro e a célula de passageiros, nas colunas A, no arco do teto, túnel central, soleiras laterais e painéis do assoalho. As colunas B também são feitas de aço temperado na matriz.

Suas seções inferiores são mais flexíveis que as mais altas, já que a energia de uma colisão lateral precisa ser absorvida nesta região.

A Audi aplica aços de alta resistência e ultra-alta resistência em muitas outras áreas da carroceria, como os elementos longitudinais e as colunas C.

Uma peça conhecida como “tailored rolled blank” une o assoalho com a seção posterior da carroceria: uma chapa de metal com onze segmentos individuais e cinco diferentes espessuras.

Além disso, o capô, a subestrutura do eixo dianteiro e a seção absorvedora de choques atrás do para-choque dianteiro e da plataforma traseira são feitas de alumínio. No conjunto, esses componentes de liga leve economizam 12 quilos.

Esse avanço favorece a distribuição de carga entre os eixos. O suporte do eixo dianteiro é feito de plástico de alta resistência e pesa três quilos menos do que no modelo anterior.

A carroceria do A3 Sedan apresenta uma impressionante variedade de técnicas de junção. Além da clássica solda a ponto por resistência, que dá origem a 5.467 pontos de solda, as principais técnicas incluem soldas MIG/MAG, soldas a laser, soldagem de pinos e parafusos, solda por projeção, conformação a frio, costura e rebites semitubulares.

Uma única carroceria do A3 Sedan contém 54 metros de adesivo estrutural, cinco metros de adesivo de retenção, 20 metros de adesivo de união e quatro metros de adesivo de forração.

Uma costura soldada a laser une com alta precisão as paredes laterais do veículo e o teto. Esta solda é suavizada com escovas, resultando em uma junta praticamente invisível que demonstra o compromisso da Audi com os detalhes. As costuras ao redor das calhas traseiras são executadas através de um processo de soldagem a plasma.

As portas e molduras das janelas são prensadas em uma única peça, o que também ajuda a reduzir o peso. Nas portas, é utilizada a soldagem a laser com tecnologia de ponta através de um processo de soldagem a plasma. As portas e molduras das janelas são prensadas em uma única peça, o que também ajuda a reduzir o peso. Nas portas, é utilizada a soldagem a laser com tecnologia de ponta.

O novo Audi A3 Sedan lidera em termos de segurança passiva. Em uma colisão frontal, a travessa frontal distribui as forças para os dois membros laterais, que passam por uma deformação programada para dissipá-las. Outras zonas de deformação incluem a subestrutura do eixo dianteiro e a parte superior dos para-lamas.

Em caso de impacto lateral, os componentes de aço moldado a quente nas soleiras e colunas B proporcionam excelente proteção aos ocupantes. Já em uma colisão traseira, os elementos transversais do para-choque transferem a tensão para os grandes membros longitudinais.

O coeficiente de arrasto ficou em 0,30 principalmente por coberturas de plástico reforçado com fibra de vidro que revestem a parte inferior da carroceria até a altura das colunas B. Essas coberturas protegem as chapas metálicas e o motor do sal, água e cascalho, ao mesmo tempo em que absorvem vibrações.

Um pequeno defletor à frente de cada roda ajuda a minimizar a perda de fluxo de ar. O assoalho externo aerodinâmico do novo A3 reduz o arrasto aerodinâmico total em cerca de 12%.

Design – Na dianteira temos a grade de moldura única, com os cantos superiores recortados, é preta. Seus elementos horizontais e os anéis da Audi são claramente tridimensionais. Uma refinada moldura cromada cerca a grade.

A seção inferior do para-choque se afina para formar uma borda deslocada para frente. Barras verticais salientam as entradas de ar, tornando-as tornam tridimensionais e os faróis de neblina de série ficam alojados nos cantos dessas entradas.

O Audi A3 Sedan não tem nenhum painel metálico em comum com os modelos irmãos A3 e A3 Sportback. Até mesmo a parte inferior do capô foi redesenhada. Seu contorno proeminente complementa as linhas fluidas dos faróis.

A “linha tornado” nitidamente traçada – uma borda que contorna toda a lateral do carro – divide a área sob as janelas e uma linha similarmente dinâmica acima das soleiras se estende para o alto, no sentido da traseira.

Em termos estruturais, o Audi A3 Sedan fica entre o design típico de um notchback e o de um conversível. Seu teto curvado se inclina elegantemente no sentido da traseira e se incorpora sem divisões à linha de ombros. Essa transição expressa a personalidade dinâmica do carro. A tampa compacta do porta-malas termina em um arco pronunciado, formando uma borda de contorno e a lâmina do defletor traseiro.

Na traseira encontramos uma transição contínua do para-choque para a placa. As ponteiras duplas do escapamento são cercadas por um inserto difusor. A largura do veículo é ainda mais acentuada pelas grandes e achatadas lanternas traseiras, que se afinam para dentro. Guias luminosas formam arcos elegantes, equipados de série com luzes de freio adaptativas, que piscam rapidamente sempre que o motorista freia forte.

Ao entrarmos no modelo, para avaliação de mais de 200 quilômetros entre as cidades de São Paulo e Porto Feliz chama logo atenção a curva longa e contínua que acompanha o para-brisa, de porta a porta. Esta característica, conhecida como wrap around aparece nos modelos maiores da Audi. O esguio painel de instrumentos, à frente, reforça a impressão de espaço.

O volante é de três raios, com controles multifuncionais e aletas para troca de marchas. Os dois grandes instrumentos redondos do painel são de fácil leitura. Entre eles fica a tela de 3,5 polegadas do sistema de informações DIS (Driver Information System).

A tela colorida exibe informações úteis, ao mesmo tempo em que o programa de eficiência do DIS dá sugestões ao motorista para uma condução mais econômica. O sistema também emite os alertas recomendando paradas para descanso.

O sistema de operação do pacote de rádio MMI, com monitor extensível elétrico, é equipamento de série. Ele pode medir 5,8 ou 7 polegadas na diagonal, caso o carro conte ou não com o opcional de navegação.

O painel de controle MMI foi posicionado acima do console central para criar um layout limpo e funcional. O freio de estacionamento eletromecânico, operado através de um botão, substituiu a antiga alavanca.

Inspirado nos jatos, quatro grandes saídas de ar são um componente típico dos modelos compactos da Audi. O fluxo de ar é regulado empurrando o eixo central, variando desde amplamente disperso até bem concentrado. Girando os anéis, ouve-se um claro e preciso clique.

Graças à grande distância entre eixos, o acesso ao interior é fácil e há bom espaço para as pernas, mesmo na traseira. Os apoios de cabeça em forma de L afetam pouco a visibilidade quando recolhidos.

A capacidade do porta-malas, 425 litros, pode ser aumentada para até 880 litros com o rebatimento dos encostos dos bancos traseiros. O assoalho do compartimento de bagagem é plano e a tampa do porta-malas permite uma ampla abertura para carregar ou descarregar.

Mecânica Online® – O modelo chega ao Brasil com o motor 1.8 TFSI, potência de 180 cv e 250 Nm de torque máximo. A Audi se atém decisivamente ao seu compromisso com o downsizing, como de costume: a troca de altas cilindradas pela turboalimentação aumenta tanto o desempenho quanto a eficiência no consumo.

Dentro deste contexto, as tecnologias da plataforma modular de eficiência da Audi desempenham um papel fundamental. O sistema start-stop, por exemplo, utiliza uma bateria Absorption Glass Mat (AGM – baterias em que o ácido embebe camadas de fibra de vidro entre as placas) de alta performance para diminuir o consumo.

O inovador sistema de gerenciamento térmico garante que o motor chegue rapidamente à temperatura ideal de operação após partidas a frio, reduzindo a fase de elevadas perdas por atrito devido à viscosidade do óleo.

O motor é instalado com inclinação para trás de 12 graus, com o lado da admissão voltado para a frente do carro. Esse avanço, usado na arquitetura modular transversal, associado ao projeto compacto do motor, permitiu posicionar o eixo dianteiro do Audi A3 Sedan bem à frente do carro.

Isto também aumentou a segurança em colisões, melhorou o design do veículo e a distribuição do peso entre os eixos (59% para a frente e 41% para a traseira).

A dedicação da Audi quanto à construção ultraleve também se estende aos motores: o motor 1.8 TFSI pesa apenas 140 quilogramas, graças, em parte, a um cárter com paredes estreitas pesando 2,4 quilos menos do que o anterior.

O motor – O 1.8 TFSI demonstra a especialização da Audi em alta tecnologia por meio de numerosas inovações. O torque máximo, 250 Nm, permanece constante entre 1.250 e 5.000 rpm. A potência chega a 180 cv. Este motor de quatro cilindros também proporciona um desempenho esportivo, necessitando de apenas 7,3 segundos para levar o A3 Sedan até 100 km/h, que atinge um máximo de 235 km/h.

Uma das principais inovações do 1.8 TFSI é a injeção indireta de combustível adicional. Quando o motor funciona sob carga parcial, ela ajuda a injeção FSI. O sistema injeta o combustível na ponta do coletor de admissão logo acima dos tumble flaps, que provocam um redemoinho, misturando o combustível com o ar.

Isto melhora a carburação, reduzindo consequentemente o consumo de combustível. A injeção direta de combustível, que gera pressão de até 200 bar, funciona na partida do motor e sob solicitações relativamente altas.

O turbocompressor gera pressão de forma ágil e rápida. Suas características mais notáveis incluem um controlador elétrico da válvula wastegate e o rotor da turbina feito de uma nova liga que suporta temperaturas dos gases de exaustão de até 1.000 º C.

Os engenheiros da Audi foram além, otimizando a eficiência da alimentação nas câmaras de combustão. Os eixos de comando de válvulas da admissão e exaustão são ajustáveis.

O Audi Valvelift System pode alternar, conforme necessário, entre duas regulagens de elevação das válvulas de escape. O resultado é uma queda nas perdas de combustível não queimado. O coletor de escape do 1.8 TFSI é integrado ao cabeçote.

Duas válvulas rotativas deslizantes, alojadas em único módulo e movimentadas por um motor, regulam o sistema de gerenciamento térmico do 1.8 TFSI.

Elas não apenas asseguram que o óleo do motor aqueça rapidamente, mas também mantém a temperatura do líquido de arrefecimento entre 85 e 107 º C, dependendo das condições de operação. Independentemente do ponto de operação, elas obtém o equilíbrio ideal entre o mínimo de atrito e máximo desempenho.

Mesmo com todas essas novas tecnologias, o 1.8 TFSI pesa apenas 140 quilogramas. Isso se deve, em parte, ao cárter feito de ferro cinzento fundido, com paredes de apenas três milímetros de espessura.

Os pistões são de uma nova liga de alta resistência. A bandeja de óleo é de plástico leve e muitos dos parafusos são de alumínio.

O atrito interno é baixo graças ao novo revestimento das saias dos pistões, aos mancais de baixo atrito dos dois eixos de balanceamento e a um mancal principal mais estreito para o virabrequim compacto.

A bomba de óleo regulável consome pouca energia e um sistema elétrico refrigera as cabeças dos pistões com jatos de óleo.

Transmissão – O A3 Sedan é equipado com o câmbio S tronic de sete velocidades. Como em todas as transmissões da Audi, o intervalo de relações das marchas é amplo.

As marchas mais baixas têm relações relativamente curtas, enquanto a mais alta é comparativamente longa, para reduzir a rotação do motor em longos trajetos em velocidades moderadas.

O S tronic de sete marchas combina o conforto de uma transmissão automática clássica com o dinamismo e a eficiência de uma transmissão manual. Ela é composta por duas subtransmissões comandadas por duas embreagens multidiscos.

A grande embreagem K1 localizada externamente direciona o torque das marchas 1,3, 5 e 7 para as rodas através de um eixo sólido. Um eixo oco gira em torno o eixo sólido. Esse eixo oco funciona com as marchas 2, 4 e 6, além da ré. Ele é ligado à embreagem K2, de menor diâmetro, que fica dentro da K1.

Apesar de apenas uma das duas subtransmissões estar conectada ao motor de cada vez, as duas funcionam permanentemente. Assim, quando o motorista acelera em terceira marcha, a quarta já está engatada na segunda subunidade.

As trocas de marchas são feitas pelo acionamento das embreagens. Isto toma apenas alguns centésimos de segundo e acontece sem interrupção perceptível da força propulsora.

A transmissão S tronic de sete velocidades tem apenas 37 cm de comprimento e pesa cerca de 70 quilogramas. Os mecanismos das duas embreagens não necessitam de óleo, o que aumenta ainda mais sua já impressionante eficiência. Uma bomba de óleo regulável alimenta os atuadores das embreagens e marchas.

A rotação do motor é um pouco mais alta quando o motorista seleciona o modo S, enquanto o modo D prioriza relações de marchas mais altas. Quando combinada ao sistema Audi Drive Select, a S tronic inclui uma função roda-livre no modo de eficiência, que reduz ainda mais o consumo de combustível.

O motorista pode trocar pessoalmente as marchas da transmissão S tronic através da alavanca de seleção ou no shift paddle, as aletas localizadas atrás do volante.

Direção e suspensão – A suspensão dianteira é tipo MacPherson, com braços em V inferiores. O subchassi em peça única e os mancais de pivô conjugados aos motores mais potentes são feitos de alumínio.

Esses componentes de alumínio pesam, em conjunto, seis quilos menos que similares de aço. A suspensão dianteira tem bitola de 1.555 milímetros. Barras estabilizadoras são usadas nos dois eixos.

O sistema de assistência de direção contribui para a eficiência do Audi A3 Sedan. Como o motor do sistema é montado diretamente na cremalheira, não consome energia quando o carro anda em linha reta. A força de assistência varia de acordo com a velocidade do veículo. Sua redução de 15,3:1 é esportivamente direta e o diâmetro de giro do carro é de apenas 10,9 metros.

A suspensão traseira com quatro braços do Audi A3 Sedan tem bitola de 1.526 mm. Os braços de arrasto tipo espada absorvem eficientemente as forças de propulsão e frenagem. Os mancais dos braços são grandes e tem configuração relativamente macia, o que aumenta o conforto de rodagem.

De forma oposta, os três braços transversais de cada roda, projetados para absorver forças laterais, são rigidamente ligados ao subchassi de aço para uma melhor dirigibilidade.

Os braços do eixo traseiro são feitos de aços de alta resistência e os cubos de rodas, de alumínio. Os amortecedores e as molas helicoidais compactas são separados, proporcionando excelente reação e uma considerável capacidade de carga.

O A3 deixa a fábrica com rodas de liga leve de 17 polegadas. Por trás das grandes rodas, freios poderosos oferecem uma rígida sensação no pedal, para frenagens mais precisas. Os discos dianteiros são ventilados e medem 288 milímetros, enquanto os traseiros medem 272 mm.

O freio de estacionamento eletromecânico está integrado aos freios traseiros. Caso necessário, o freio de estacionamento pode funcionar como freio de emergência.

O diferencial eletrônico com vetorização de torque é equipamento de série em todos os Audi A3 Sedan com tração dianteira. Parte do controle eletrônico de estabilidade (ESC), ele torna a condução ainda mais ágil, precisa e estável.

Caso a roda do lado interno da curva perca demasiadamente a tração, a unidade de controle do sistema a freia suavemente e com precisão. Dessa forma, o torque excedente é transmitido para a roda externa. Ao mesmo tempo, a tração adicional ajuda o condutor a esterçar o carro para o interior da curva.

O sistema Audi Drive Select traz ainda mais emoção ao conduzir. A versão básica desse sistema regula o pedal do acelerador, a assistência da direção e o câmbio S tronic. O motorista pode variar entre os modos Comfort, Auto, Dynamic, Efficiency e Individual ao toque de um botão.

O modo Individual permite que o motorista especifique, dentro de certos limites, seu próprio perfil ou suas regulagens preferidas.

 

Preços e equipamentos – O pacote de equipamentos do A3 Sedan inclui sistemas de retenção com sete airbags, um sistema integral de proteção de cabeças e airbag de joelho para o motorista.

Entre os itens de segurança adicionais estão a montagem ISOFIX para assentos infantis na traseira, luzes de freios adaptativas e o controle eletrônico de estabilidade (ESC) com vetorização eletrônica de torque no diferencial.

Assentos traseiros dobráveis, ar-condicionado automático e espelhos retrovisores laterais com indicadores de direção em LEDs fazem parte do pacote de equipamentos de série do A3 Sedan.

Também merecem menção o para-brisa à prova de som, vidros elétricos, assentos dianteiros com regulagem de altura e o freio de estacionamento eletromecânico.

O carro conta com teto solar panorâmico, janelas traseiras em vidro colorido, ar condicionado automático e espelho retrovisor antiofuscante automático com sensores de luz e chuva. O banco do motorista tem apoio lombar e controles elétricos.

O A3 Sedan, lançado no ano passado na Europa, chega ao mercado brasileiro por preço a partir de R$ 116,4 mil, com a missão de ser o mais vendido da marca alemã no País.

A estimativa é emplacar 3,5 mil deles este ano, o que representa expressivos 35% de tudo que se pretende vender por aqui em 2014, algo em torno de 10 mil unidades.

Equipe Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.
- Publicidade - Casa Scania

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

Mais recentes

- Publicidade - Mercedes-Benz
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação