quinta-feira, 13 junho , 2024
28 C
Recife

Porsche aumenta faturamento e lucro em 25%

O ano fiscal de maior sucesso na história da empresa: 2015 foi o quinto ano consecutivo de recordes para a Dr. Ing. h.c. Porsche AG. O faturamento em vendas, lucro operacional e entregas de veículos, assim como o número de empregados, alcançaram altos níveis.

- Publicidade -

O faturamento em vendas aumentou para 21.5 bilhões de euros, um aumento de 25%. Já o lucro operacional cresceu para 3.4 bilhões de euros, também com um aumento de 25%. As entregas cresceram 19% em 2015, atingindo mais de 225.000 veículos.

O número de empregados atingiu 24.481 no final do ano – 9% a mais do que o ano anterior. Na apresentação do relatório financeiro, em Stuttgart-Zuffenhausen, Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, se manifestou sobre o “extraordinário desempenho, mesmo para os padrões da Porsche”.

No início de 2016, a Porsche está dando continuidade aos excelentes resultados do ano passado. “Este ano a Porsche continua mantendo uma trajetória de sucesso”, afirmou Blume. As entregas nos primeiros dois meses do ano aumentaram para mais de 35.000 veículos.

Isto representa um crescimento de 14% em relação ao ano passado. Juntamente com seus utilitários esportivos, o Macan e o Cayenne, as expectativas da empresa também se concentram no icônico esportivo 911, no novo 718 Boxster e na linha de modelos Cayman, além do Panamera.

- Publicidade -

Apesar do positivo início em 2016, Lutz Meschke, vice-presidente do Conselho Executivo e responsável pelas áreas de Finanças e TI (Tecnologia da Informação), preveniu sobre a possibilidade de “expectativas exageradas”.

Acima de tudo, é necessário se preparar para investimentos na casa dos bilhões de euros para o primeiro modelo da Porsche movido puramente a batera, o Mission E. Para Meschke, este projeto representa “um grande passo para o futuro de nossa marca. Para começar, essas despesas não serão cobertas por quaisquer rendimentos das vendas de veículos, porque o Mission E não chegará ao mercado até o final da década.”

“Neste momento, esperamos que o faturamento em vendas cresça levemente no ano fiscal de 2016 e que os lucros atinjam o mesmo nível do ano passado”, previu Meschke. Blume acrescentou: ” Altos números de veículos entregues não é nosso objetivo primário. Eles são a consequência lógica de nossa estratégia corporativa e um reflexo de nossa atraente linha de produtos.”

Meschke enfatizou que a Porsche atribui grande importância ao potencial de ganhos da empresa. O retorno em vendas em 2015 foi de 16%, antes dos impostos. Isto significa que a Porsche continua a ser a fabricante de carros mais lucrativa do mundo – apesar dos grandes investimentos em locais de produção e em projetos de desenvolvimento.

A Porsche está realizando enormes investimentos em seu futuro. No ano fiscal de 2015, os desembolsos em pesquisa e desenvolvimento aumentaram para 2.15 bilhões de euros.

- Publicidade -

Ao mesmo tempo, a liquidez absoluta da divisão automotiva – isto é, a liquidez total menos compromissos financeiros e excluindo os negócios da área de serviços financeiros em cada caso – aumentou de 195 milhões de euros em 31 de dezembro de 2014 para 1.5 bilhões de euros em 31 de dezembro de 2015.

“Nós atingimos nossas metas estratégicas dos últimos anos. Dentro dos objetivos da Estratégia 2025, agora estamos realinhando a empresa para o futuro”, explicou o CEO da Porsche, Oliver Blume. “Nós focamos no entusiasmo dos clientes, no retorno financeiro e na segurança dos empregos. Desta forma, seguiremos nosso caminho para um crescimento com geração de maior valor.”

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente