quinta-feira, 20 junho , 2024
28 C
Recife

GM reforça Negócios e Comunidades através da Mobilidade

As regras de uso e de propriedade dos veículos está mudando rapidamente, de acordo com o último Relatório de Sustentabilidade da GM (gmsustainability.com) lançado hoje. Conectividade, car-sharing, sistemas alternativos de propulsão e carros autônomos são elementos-chave para um futuro mais seguro, limpo e com mais opções eficientes de mobilidade para os clientes.

- Publicidade -

“Vemos um tremendo potencial para essas tecnologias e benefícios a longo prazo para nossos clientes e comunidades ao redor do mundo”, disse Mary Barra, Presidente e CEO da GM. “O time da GM está preparado para liderar essa transformação de mobilidade pessoal e continuará seguindo com seus compromissos para uma manufatura responsável”.

Instituições independentes também reconheceram o progresso da GM.

“A GM está rápida e apropriadamente adaptando o seu negócio ao nosso mundo em constante transformação, desde a forma como lidamos com as mudanças climáticas através da defesa de políticas públicas até a ação efetiva de trazer os carros elétricos para o grande público”, disse Mindy Lubber, presidente do Ceres, uma ONG de defesa da liderança em sustentabilidade.

O relatório interativo ressalta investimentos estratégicos em tecnologia que estão ajudando a GM a fortalecer seu negócio e redesenhar o futuro da mobilidade pessoal. Alguns destaques:

- Publicidade -

A estrada do autônomo – A GM está usando seus 20 anos de experiência em conectividade com o OnStar para tornar possível tecnologias avançadas de segurança e car-sharing. A GM está pavimentando o caminho para a chegada dos carros autônomos e tecnologia que liga veículos e infraestrutura.

Esses esforços irão ajudar a reduzir os congestionamentos, acidentes e poluição. A companhia está trabalhando para criar o maior corredor com tecnologia de comunicação “Veículo-para-Infraestrutura” nos Estados Unidos com 194 quilômetros de rodovias em Detroit.

Irá também trazer o SuperCruise, a primeira tecnologia semi-autônoma de assistência ao condutor para o mercado no próximo ano com o Cadillac CT6.

Mobilidade Urbana – No começo desse ano, a companhia lançou o Maven, uma marca de car-sharing e investiu $ 500 milhões de dólares na aliança estratégica com o provedor de ride-sharing, Lyft.

Chevrolet também está construindo o acessível e completamente elétrico, Bolt EV, que irá oferecer mais do que os 321 quilômetros de autonomia estimados pela GM.

- Publicidade -

Foco na eficiência energética – GM está lidando com as mudanças climáticas em parte por continuar a fornecer aos clientes carros com eficiência energética em todos os seguimentos que atua, já que 77% do total da pegada de carbono da companhia vem dos carros.

Nove modelos estão na categoria de consumo na estrada de 64 quilômetros por litro ou mais, três a mais que no ano anterior. As vendas de carros elétricos da GM aumentaram 9% atingindo o número de 196,861 unidades.

Redução de Carbono – No ano passado, Mary Barra e outros 12 CEO’s da indústria reunidos no Fórum Econômico Mundial firmaram um compromisso de descarbonizar o transporte automotivo.

A GM também assinou o Ato Empresarial Americano de Compromisso com o Clima, defendendo a oportunidade econômica para combater as alterações climáticas.

A companhia também está ativamente procurando formas de usar mais energias renováveis. Dois acordos eólicos no México e Texas adicionarão 64 megawatts para a capacidade já existente de 106 megawatt no portfolio global, permitindo a GM alcançar seu objetivo de energias renováveis quatro anos antes do previsto.

O progresso da GM promoveu crescimento através de novas formas de receitas como $ 1 bilhão de dólares de reciclagem e reuso nos últimos anos, economia através de uma melhora na eficiência, como $ 237 milhões de dólares em economia de energia desde 2010.

GM foi a única montadora a aparecer no Índice Dow Jones de Sustentabilidade na América do Norte em 2015, e recebeu as melhores notas no índice do Carbon Disclosure Project (CDP), um grupo que serve a mais de 800 investidores.

A GM trabalha com os concessionários e a cadeia de fornecedores para reduzir a pegada de carbono ainda mais. Até hoje, 435 concessionários já aderiram ao programa Concessionário Verde da companhia e 77% dos concessionários convidados participam de algum programa de eficiência através do CDP.

Manufatura responsável
A companhia está no caminho para cumprir seus compromissos globais de manufatura. Desde 2010, o ano onde começou o compromisso, a GM já atingiu as seguintes metas:
– 131 de 150 fábricas com zero-aterro (landfill-free)
– Redução total do lixo em 22% para uma meta de 40%
– Redução de uso da água em 10% para uma meta de 15%
– Redução da energia e carbono em 14% e 15%, respectivamente para uma meta de 20%
– Metade das fábricas já foram certificadas pela “Wildlife Habitat”

“Nossos 215 mil empregados ao redor do mundo estão procurando servir nossas comunidades e construir relacionamentos tanto dentro quando fora da GM, nos ajudando a minimizar nossa pegada ambiental e ao mesmo tempo ampliando nosso impacto positivo na sociedade”, disse Jim DeLuca, vice-presidente executivo da GM para manufatura global.

Saiba mais sobre o impacto ambiental, social e econômico da GM acessando o relatório em gmsustainability.com.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente