Mercedes-Benz

Hyundai Motor compartilha visão de nova Metamobilidade por meio da robótica e do metaverso

A Hyundai Motor Company compartilha sua visão pioneira no uso da robótica, tanto no mundo real quanto no metaverso, durante a CES 2022, um dos eventos tecnológicos mais influentes do mundo, que acontece de 5 a 7 de janeiro, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Euisun Chung, principal executivo do Grupo Hyundai Motor, abriu a apresentação para imprensa, seguido por Dong Jin Hyun, vice-presidente e chefe do Laboratório de Robótica; Chang Song, presidente e chefe da divisão de Transporte como Serviço (TaaS), ambos também do Grupo Hyundai Motor; e por Marc Raibert, fundador e presidente da Boston Dynamics. A esses executivos se juntou Ulrich Homann, vice-presidente corporativo e reconhecido arquiteto de Cloud + AI na Microsoft.

Sob o tema “Ampliando o Alcance Humano”, as apresentações da Hyundai Motor refletiram como a área de robótica da empresa conduzirá a mudança de paradigma em direção à mobilidade futura, indo além dos meios tradicionais de transporte para proporcionar liberdade ilimitada de movimento para a humanidade.

A robótica é parte essencial da transformação da Hyundai Motor para se tornar um fornecedor de soluções de mobilidade inteligente. Após adquirir a Boston Dynamics, empresa inovadora no ramo, a Hyundai Motor intensificou seu foco no avanço da robótica para melhorar a vida das pessoas por meio de uma gama de soluções de mobilidade.

A empresa vê a robótica e a mobilidade como complementares na medida em que uma acelera o desenvolvimento da outra e vice-versa. Juntas, elas formam uma combinação sinérgica que agrega valor ao negócio e impulsiona o progresso da humanidade a partir de um ecossistema de Mobilidade das Coisas (MoT) baseado em robótica.

Para apoiar sua visão de futuro para robótica e mobilidade, a empresa revelou seu novo conceito de “Metamobilidade”, com o objetivo de ser pioneira na conexão entre o metaverso e dispositivos inteligentes, o que expandirá o papel da mobilidade para a realidade virtual (VR), permitindo, em última instância, às pessoas superarem as limitações físicas do movimento no tempo e no espaço. A Hyundai Motor compartilhou também sua visão de como os robôs vão atuar como um meio entre o mundo real e espaços virtuais, possibilitando que as pessoas façam, no metaverso, mudanças a serem refletidas na realidade.

A empresa prevê que as distinções entre as futuras mobilidades poderão desaparecer a partir do desenvolvimento da tecnologia robótica, como Inteligência Artificial (IA) e condução autônoma. Diversos tipos de mobilidade, incluindo automóveis e a mobilidade urbana aérea (UAM), também atuarão como dispositivos inteligentes para acesso à plataforma de metaverso.

“Na Hyundai, estamos consolidando o poder da robótica para realizar grandes feitos. Vislumbramos  soluções de mobilidade futura que serão possíveis graças aos avanços da robótica – até mesmo expandindo nossas soluções de mobilidade para a metamobilidade”, disse Euisun Chung, principal executivo do grupo, durante sua apresentação. “Esta visão permitirá liberdade ilimitada de movimento e progresso para a humanidade.”

Conectando o movimento do mundo real com o metaverso por meio de robôs e da Metamobilidade – Durante a apresentação da Hyundai Motor na CES, o presidente do Grupo Hyundai Motor e chefe da divisão de Transporte como Serviço (TaaS), Chang Song, e o vice-presidente corporativo da Microsoft, Ulrich Homann, uniram-se a Marc Raibert, da Boston Dynamics, e conversaram sobre o metaverso e a Metamobilidade.

Com o metaverso se tornando um espaço cotidiano para as pessoas no futuro, a empresa acredita no surgimento de um novo tipo de plataforma, na qual a distinção da realidade possa desaparecer, rompendo com o conceito de realidade virtual que o mundo conhece atualmente.

O que antes seria apenas uma experiência virtual restrita às limitações tecnológicas poderá agora ser refletida no mundo real por meio da conexão com dispositivos inteligentes, permitindo aos usuários ter liberdade ilimitada de movimento entre os dois mundos. A Hyundai Motor define o conceito dessas experiências como Metamobilidade.

A Hyundai Motor acredita que opções de mobilidade, como os automóveis e UAMs, poderão servir como dispositivos inteligentes para acessar espaços virtuais, enquanto a robótica funcionará como um meio para conectar os mundos virtual e real.

Por exemplo, um automóvel que se conecta a espaços virtuais poderá permitir aos usuários desfrutar de várias experiências de realidade virtual a bordo.

Dependendo das necessidades do usuário, um carro poderá ser transformado em um espaço de entretenimento, uma sala de reunião de trabalho ou, até mesmo, uma plataforma de videogame 3D.

Diferente da aplicação atual da Realidade Virtual, na qual as experiências do usuário não são refletidas no mundo real por conta das limitações tecnológicas, o metaverso do futuro será capaz de impactar mudanças no mundo real por meio da robótica e da tecnologia de gêmeos digitais, que é uma representação virtual de um objetivo físico, um local ou um processo viabilizada graças a novos avanços em sensores e atuadores.

Por exemplo, quando um usuário acessa a gêmea digital de sua casa no metaverso, estando ele longe de sua casa física, poderá alimentar e abraçar seu animal de estimação por meio de um robô avatar. Isso permitirá aos usuários desfrutar de experiências do mundo real por meio da Realidade Virtual.

Com a Metamobilidade, robôs ajudarão pessoas a superar limitações físicas de tempo e espaço, proporcionando meios de se conectarem e interagirem no metaverso. A Hyundai Motor vislumbra um metaverso utilizando robôs como meio de conexão entre os mundos real e virtual, de modo que as pessoas realmente mudem e transformem coisas no mundo real a partir do metaverso.

Essa conexão metaverso-robô permitirá ao usuário guiar um robô no mundo real, como em uma fábrica inteligente. Isso viabilizará uma próxima geração de modelos digitais para gerenciamento e produção fabril, possibilitando que especialistas se conectem remotamente a todas as máquinas e equipamentos dentro da fábrica e executem tarefas à distância por meio da interação física direta entre robôs e Realidade Virtual.

Por exemplo, um funcionário poderá interagir com um avatar robótico no metaverso via Realidade Virtual e, por meio de controles manuais, manipular objetos no mundo real utilizando um robô proxy no local de trabalho remoto.

“A ideia por trás da Metamobilidade é que espaço, tempo e distância se tornarão irrelevantes. Ao conectar robôs ao metaverso, seremos capazes de nos mover livremente entre o mundo real e o virtual”, disse Song. “Indo um passo além da experiência imersiva de ‘estar lá’ que o metaverso proporciona, os robôs se tornarão uma extensão de nossos próprios sentidos físicos, permitindo que remodelemos e enriqueçamos nossa vida cotidiana com a metamobilidade.”

Ulrich Homann, vice-presidente corporativo e reconhecido arquiteto de Cloud + AI na Microsoft, explicou como a Microsoft ajuda a desbloquear as experiências no metaverso: “À medida que os ambientes virtual e físico se fundem, a Microsoft está aproximando pessoas, lugares e coisas com o mundo digital. Em toda a nuvem da Microsoft, desde o Azure IoT até o Azure Digital Twins, o Dynamics 365 Connected Spaces e o Microsoft Mesh, estamos construindo uma plataforma de metaverso para as organizações, permitindo uma nova perspectiva sobre a maneira como as pessoas se moverão e poderão interagir em espaços físicos, como em fábricas.”

Robôs que movem pessoas e coisas além da imaginação e limitação – A Hyundai Motor também revelou as plataformas modulares Plug&Drive (PnD) e Drive&Lift (DnL) como soluções completas para o ecossistema ilimitado de Mobilidade das Coisas (MoT), em que coisas tradicionalmente inanimadas, de pequenos objetos a espaços comunitários, ganharão mobilidade com as tecnologias de robótica da empresa.

Dong Jin Hyun, vice-presidente e chefe do Laboratório de Robótica do Grupo Hyundai Motor, destacou o novo módulo PnD, uma plataforma robótica de uma única roda que combina direção inteligente, frenagem, tração elétrica e estrutura de suspensão que pode ser ampliada ou reduzida, para qualquer finalidade, tamanho ou aplicação. Sensores LiDAR e por câmera permitem que um objeto assistido pelo PnD se mova de forma autônoma.

Com flexibilidade e escalabilidade infinitas, as aplicações do módulo PnD parecem não ter limites, proporcionando liberdade de movimento para pessoas com deficiência, logística automatizada, espaços interiores reconfiguráveis,  transporte público com compartimentos individuais para distanciamento social e, finalmente, a mobilidade de última milha.

“No mundo que está por vir, não moveremos nossas coisas, mas as coisas realmente se moverão ao nosso redor com o módulo PnD, tornando móveis os objetos tradicionalmente inanimados”, disse Hyun. “Estamos direcionando toda a nossa ambiciosa engenharia robótica e os esforços criativos para concretizar uma visão maior que nunca – o ecossistema ilimitado de Mobilidade das Coisas.”

A Hyundai Motor também exibiu a pequena plataforma de mobilidade MobED (Mobile Eccentric Droid) que usa o módulo DnL e um mecanismo de roda excêntrica, combinando os sistemas de tração, direção e freio em uma única estrutura. Com o DnL montado em cada roda, o MobED pode elevar a plataforma para cima e para baixo, de modo que a carroceria permaneça nivelada, enquanto o MobED atravessa um terreno irregular ou certas barreiras, como degraus ou lombadas.

O fundador e presidente da Boston Dynamics, Marc Raibert, também se juntou à apresentação para mostrar como a Hyundai Motor e a Boston Dynamics já estão levando a mobilidade para além das limitações físicas humanas usando as atuais tecnologias de robótica. Juntas, as duas empresas vislumbram um futuro em que pessoas e robôs trabalhem em comunhão, melhorando a segurança, a produtividade e a qualidade de vida.

Por exemplo, os robôs vestíveis da Hyundai, Vest Exoskeleton (VEX) e Chairless Exoskeleton (CEX), bem como o quadrúpede Spot® da Boston Dynamics, estão contribuindo para o trabalho industrial e se apresentam como opções promissoras para outras aplicações, até mesmo na atuação em missões de busca e resgate.

“Vemos um futuro em que os robôs se tornarão mais do que apenas ferramentas orientadas para determinadas tarefas, mais do que simples máquinas”, disse Raibert. “Acreditamos em um futuro em que os robôs se tornem companheiros úteis e confiáveis de nosso cotidiano.”

O presente e o futuro dos robôs em  exposição no estande da Hyundai Motor – Durante a CES 2022, a Hyundai Motor realizará exibições sobre como a mobilidade no mundo real pode avançar com seus robôs, incluindo o quadrúpede Spot®, o módulo de mobilidade pessoal PnD, o modelo de micromobilidade L7 e a plataforma de mobilidade pequena MobED com rodas excêntricas. Os quatro modelos de robô estão ambientados em módulos exclusivos e telas de vídeo explicam as vantagens especiais de cada um.

O estande também apresenta a Área do Metaverso, onde os visitantes podem experimentar o mundo virtual para ter uma ideia da futura sociedade da robótica. Painéis de LEDs de quatro lados fornecem uma experiência imersiva em que os visitantes podem criar avatares personalizados e se comunicar com eles em um espaço virtual. Em seguida, os visitantes podem receber imagens de seu avatar personalizadas e souvenires, além de desfrutar de diversas atrações no palco, como demonstrações e danças de robôs.

A tabela abaixo descreve os robôs exibidos no estande da Hyundai Motor:

RobôDescriçãoQuantidadeEspecificações
Personal Mobility– PnDPersonal Mobility é um transporte público individualizado baseado no módulo PnD, que proporciona uma experiência confortável para os passageiros, ao mesmo tempo que protege a privacidade individual. Além disso, pode fornecer mobilidade privada com tecnologia de condução autônoma.11,330 (L) * 1,250 (P)* 1,885 (A)(baseado em arquivo 3D)Tempo de condução: 1hTempo de recarga: 2h
Logistics Mobility– PnDLogistics Mobility combina uma unidade comercial em cima de uma plataforma usando quatro módulos PnD. Após movimentações de longa distância acoplado em uma unidade mãe (com grande mobilidade), ele pode se desencaixar e trafegar por uma curta distância de forma autônoma. Também pode executar entregas avançadas de mercadorias em primeira ou última milha em colaboração com o robô Spot®11,300 (L) * 1,100 (P) *1,800 (A)Porta: 1,000 (L) * 400 (P) * 1,700 (A)(baseado em arquivo 3D)
Service Mobility– PnDService Mobility combina uma unidade do tipo mordomo sobre uma plataforma que usa quatro módulos PnD. É uma estrutura de mobilidade amigável que desempenha o mesmo papel de um assistente pessoal, fornecendo serviços automatizados tais como tela de informações e entrega de bagagem em locais onde essas tarefas não foram originalmente pensadas.11,300 (L) * 1,100 (P) *1,800 (A)Porta: 1,000 (L) * 400 (P) * 1,700 (A)
L7 – PnDL7 é uma micromobilidade baseada em uma plataforma que combina quatro grandes módulos PnD. Com rotação infinita das rodas, pode mudar de direção livremente e trafegar mesmo em espaços restritos. Pode ser utilizado para diversos tipos de plataformas de mobilidade, não só no transporte, mas também na logística.11,400 (L) * 1,900 (P) * 700 (A)(baseado em arquivo 3D)Tempo de condução: 1hTempo de recarga: 2h
MobED – DnLMobED (Mobile Eccentric Droid) é uma plataforma móvel que combina quatro módulos DnL. Pode superar as limitações de movimento e permite uma condução estável em superfícies irregulares, como escadas. Pode ser combinado com diversos módulos e utilizado como micromobilidade para melhorar a locomoção de idosos e pessoas com deficiência.2600 (L) * 880 (P) * 330 (A)(baseado em arquivo 3D)Tempo de condução: 1hTempo de recarga: 2h
MobED +screen – DnLMobED +screen também é uma plataforma móvel que combina quatro módulos DnL e uma tela, permitindo que o dispositivo se torne um guia móvel.1600 (L) * 880 (P) * 1,320 (A)Monitor: 720 (L) * 420 (A)(baseado em arquivo 3D)Tempo de condução: 1h Tempo de recarga: 2h
Spot®Spot® é um robô quadrúpede ágil que pode ser equipado com um braço e uma câmera. Ele pode trafegar com mobilidade incomparável, permitindo tarefas de inspeção de rotina automatizadas e captura de dados com segurança, precisão e frequência.3Braço: 210 (L) * 680 (P)* 420 (A)Corpo: 240 (L) * 860 (P)* 190 (A)Pernas: 430 (L) * 100 (P)* 540 (A)Tempo de condução: 1.5 h
AtlasTMAtlasTM é um robô humanoide bípede com um sistema de controle avançado e hardware de última geração que possui força e equilíbrio para demonstrar agilidade similar ao ser humano.11.5 metro de altura, peso: 80 kg, pode se mover  a 1,5 metro por segundo, e pode levantar uma carga de aproximadamente 11 kg
Redação Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.
- Publicidade - Casa Scania

Notícias relacionadas

Mercedes-Benz

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

Mais recentes

Mercedes-Benz
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação