sexta-feira, 21 junho , 2024
28 C
Recife

Calibre os pneus e economize no bolso

Com os preços dos combustíveis subindo continuamente em todo o país, é cada vez mais importante prestar atenção à manutenção regular dos pneus do seu veículo.

- Publicidade -

Além de ser uma importantíssima medida de segurança, manter a correta calibragem dos pneus impacta diretamente na economia de combustível, pois faz com que a resistência ao rolamento seja minimizada.

Ela também ajuda a prolongar a vida útil do pneu além de deixá-los menos susceptíveis a danos por impactos.

Uma pesquisa promovida pela Continental, fabricante de pneus de tecnologia alemã, coletou dados de 14 mil pneus em 100 postos das cidades de São Paulo e Jundiaí. Desse total, 34% estavam com a pressão incorreta.

Para se ter uma ideia do que essa deflação pode significar no bolso motorista, se a pressão dos pneus estiver apenas 3,0 psi (ou libras) abaixo do indicado pelo fabricante o consumo de combustível subirá 2%.

- Publicidade -

Supondo que um veículo rode 30.000 km em um ano com calibragem abaixo da recomendada, o prejuízo para o motorista pode chegar a um tanque de 55 litros. É um tremendo desperdício.

“A pressão insuficiente impede que a banda de rodagem tenha um contato total com a pista, exigindo mais dos ombros do pneu. Nesse cenário, a distância de frenagem é maior, prejudicando inclusive o controle sobre a direção. Além disso, a baixa calibragem demandará que o motorista pise mais no acelerador para que o carro mantenha a mesma velocidade, o que aumenta o consumo de combustível”, explica Rafael Astolfi, gerente de Assistência Técnica da Continental Pneus.

6 maneiras para cuidar dos pneus e economizar no combustível – Monitore a pressão regularmente. Os pneus devem ser sempre calibrados quinzenalmente ainda frios, ou seja, veículo deve estar parado há pelo menos uma hora ou não deve ter rodado mais de 3 km em velocidade reduzida.

A pressão de inflação aumenta (em climas quentes) ou diminui (em climas frios) ente 1 e 2 psi para cada 10 graus de oscilação de temperatura.

Um pneu que durante a calibragem apresente com frequência uma pressão inferior aos demais pode estar furado, montado em uma roda amassada ou trincada ou com sua válvula apresentando vazamentos. Fique atento.

- Publicidade -

Nunca infle demais os pneus. Dirigir com pneus inflados demais reduz a dirigibilidade.

Não acelere demais. Busque manter sua velocidade constante sempre que possível

Dirija de forma segura. Motoristas agressivos tendem a usar mais gasolina porque geralmente precisam desacelerar e acelerar repetidamente.

Faça a manutenção do seu carro regularmente.

Confira no canal da Continental Pneus no Youtube outras dicas importantes para garantir uma direção segura e a prevenção de acidentes. Para acessá-los, visite https://goo.gl/kQsHRn

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Powertrain do Futuro: Moldando a jornada para a mobilidade verde

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente