Mercedes-Benz

Competição Baja SAE BRASIL Etapa Nacional volta com 69 equipes

Competição estudantil será realizada de 20 a 24 de abril, ao lado da Fatec, em São José dos Campos (SP), com provas estáticas e dinâmicas

- Scania 65 anos

Universitários de Norte a Sul do País participarão da 27ª Competição Baja SAE BRASIL- Etapa Nacional, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), de 20 a 24 de abril.

Este ano a competição reúne 69 equipes inscritas que representam 66 instituições brasileiras de ensino superior de 16 Estados mais Distrito Federal. Esta competição é parte de um dos Programas Estudantis da SAE BRASIL.

Por conta do avanço da pandemia, a retomada da Competição Baja Etapa Nacional ocorre depois de dois anos desde a última edição em 2020, e marca o retorno das equipes às atividades presenciais com algumas mudanças.

Entre elas a extensão do limite de dois anos da validade do chassi do veículo, prevista no regulamento da competição, a fim de atender à necessidade das equipes com o fechamento das oficinas no período, fato este que impediu o desenvolvimento de novos chassis para a etapa 2022.

Para a comprovação do nível equivalente de segurança da estrutura, as equipes seguiram rigorosos procedimentos de inspeção estrutural, com registro fotográfico do processo em formato de relatório, o qual foi enviado para o comitê técnico da competição, que avaliou a necessidade de eventuais reparos para que a integridade dos protótipos fosse assegurada.

“Desse modo garantimos segurança e oferecemos aos alunos o desafio de demonstrar o cumprimento de um requisito, algo que está alinhado aos nossos objetivos de preparar nas competições estudantis engenheiros do mais alto nível”, explica Roberto Silva, diretor do Comitê Técnico da 27ª Competição Baja SAE BRASIL- Etapa Nacional.

Cerca de 17 mil universitários, a maioria graduandos em diversas áreas da engenharia, passaram pelos desafios da Baja SAE BRASIL desde o seu início em 1995.

Os carros são projetados e construídos pelos próprios estudantes nas dependências das universidades sob orientação de professores, e submetidos a provas estáticas e dinâmicas.

Além de projetar e construir os carros off road, os alunos são responsáveis pela organização e gerenciamento das equipes, na parte técnica e na gestão financeira dos projetos para a viabilidade econômica dos veículos.

“Para a SAE BRASIL a transferência de conhecimento é fundamental, ainda mais quando se trata de jovens estudantes que estão entrando no mercado. Os Programas Estudantis da SAE BRASIL são competições abertas aos universitários que formam equipes para projetar, construir e competir em veículos nas modalidades Baja, Fórmula SAE, AeroDesign e H2Challenge. Através deles inspiramos talentos e damos à indústria oportunidade de reconhece-los”, diz Camilo Adas, presidente da SAE BRASIL.

Equipes – São 69 as equipes inscritas este ano: 36 da região Sudeste; 17 da região Sul; 11 equipes do Nordeste; duas equipes do Norte e três do Centro Oeste.

Entre as equipes inscritas seis participam pela primeira vez na Baja Nacional – Calangotec (Senai Cimatec-BA); Capibaja (Universidade Estadual de Maringá-PR) e Pelznickel Unifebe (Centro Universitário de Brusque-SC); Tatu Baja, (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de São Paulo campus Sertãozinho-SP); Aegir Ibajai (Universidade do Vale do Itajaí-SC) e IFSpeed (Instituto Federal de São Paulo campus Hortolândia-SP) – as três últimas estreiam sua primeira competição.

Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora de estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pilotos com até 1,90 m de altura, pesando até 109 kg.

Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são projetados e construídos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

Histórico – O projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul (EUA), e a primeira competição norte-americana foi realizada em 1976.

O ano de 1991 marcou o início das atividades da SAE BRASIL, que em 1994 lançava o Projeto Baja SAE BRASIL e, no ano seguinte, realizava a primeira competição nacional, na pista Guido Caloi, no bairro do Ibirapuera em São Paulo.

Em 1996 a competição foi para o Autódromo de Interlagos, onde ficaria até 2002. Depois seguiu para o Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba, interior de São Paulo, onde ficou até 2015. A partir de 2016 a prova passou para o endereço atual em São José dos Campos.

27ª Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Nacional

20 a 24 de abril de 2022

Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP) – Av. Cesare Monsueto Giulio Lattes, s/n, bairro Eugenio de Melo, ao lado da Fatec

EQUIPES INSCRITAS – 27ª Competição Baja SAE BRASIL Etapa Nacional

Total 69 /16 Estados mais DF/67 Instituições de Ensino

REGIÃO NORTE (2 Estados /2 equipes/2 instituições de ensino)

Amazonas (1 equipe / 1 instituição)

Carro 63 – Equipe Baja UEA – Universidade do Estado do Amazonas

Pará (1 equipe/ 1 instituição)

Carro 33 – Equipe Baja Tucuruí – Universidade Federal do Pará

REGIÃO NORDESTE (6 Estados/ 11 equipes/10 instituições)

Bahia (2 equipes/ 2 instituições)

Equipe Calangotec Baja – SENAI CIMATEC

Equipe Carpoeira Baja – Fundação Escola Politécnica da Bahia

Maranhão (1 equipe/ 1 instituição)

Equipe Bumba Meu Baja – Universidade Estadual do Maranhão

Paraíba (2 equipes/ 2 instituições)

Equipe UFP Baja Indominável – Universidade Federal da Paraíba

Equipe Bajampa – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – João Pessoa

Pernambuco (2 equipes/ 2 instituições)

Equipe Corisco – Universidade de Pernambuco

Equipe Mangue Baja – Tecnoferr – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Rio Grande do Norte (3 equipes/ 2 instituições)

Equipe Caraubaja SAE – Universidade Federal Rural do Semi-Árido Campus Caraúba

Equipe Car-Kará Baja SAE – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Equipe Cactus Baja SAE – Universidade Federal Rural do Semi-Árido Campus Mossoró

Sergipe (1 equipe/ 1 instituição)

Equipe Serbaja – Universidade Federal de Sergipe

REGIÃO CENTRO-OESTE (1 Estado + DF/3 equipes /2 instituições)

Distrito Federal (3 equipes/ 2 instituições)

Equipe Piratas do Cerrado – Universidade de Brasília (UNB)

Equipe Unbaja – Universidade de Brasília (UNB)

Mato Grosso do Sul (1 equipe/ 1 instituição)

Equipe Javalis Baja UCDB – Universidade Católica Dom Bosco

REGIÃO SUDESTE (4 Estados/ 36 equipes/ 34 instituições)

Espírito Santo (3 equipes/3 instituições)

Equipe Samabaja – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo Campus São Mateus

Equipe Vitória Baja – Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Equipe Faesa Baja – Centro Universitário Espírito-Santense (FAESA)

Minas Gerais (11 equipes/ 11 instituições)

Equipe Saci – Universidade Federal de Itajubá

Equipe Cefast Baja SAE – Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Equipe Rampage – Universidade Federal de Juiz de Fora

Equipe Komiketo Baja – Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)

Equipe Baja Unileste – União Brasileira Educação Católica

Equipe Zebu Baja – Universidade Federal Do Triângulo Mineiro (UFTM)

Equipe Buffalo Baja – Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Equipe UFV Baja Pererecas – Universidade Federal de Viçosa

Equipe Corsários Baja – Instituto de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Campus Juiz de Fora

Equipe Baja UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais

Equipe Mountain Baja – Universidade Federal de Itajubá Campus Itabira

Rio de Janeiro (5 equipes/ 5 universidades)

Equipe Tuffão Universidade Federal Fluminense (UFF)

Equipe Reptiles Baja – Pontifícia Universidade Católica do Rio De Janeiro (PUC-Rio)

Equipe Forja Baja – Escola de Engenharia Industrial e Metalúrgica de Volta Redonda Universidade Federal Fluminense (UFF)

Equipe Mud Runner Baja – Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

Equipe Caledônia Racing Baja SAE – Instituto Politécnico do Rio de Janeiro

São Paulo (17 equipes/16 universidades)

Equipe EESC USP – Escola de Engenharia de São Carlos Universidade de São Paulo (USP)

Equipe Tec-Ilha Baja SAE -Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

Equipe Unicamp Baja SAE – Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Equipe Urubaja – Unisanta

Equipe PAC Baja – Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (FEB) Campus Bauru

Equipe FEI Baja 2 – Centro Universitário FEI

Equipe Fox Baja Insper – Instituto De Ensino e Pesquisa

Equipe Baja Mud Racing – Centro Universitário Facens

Equipe USJT Baja – Universidade São Judas

Equipe Poli De Baja – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP)

Equipe Baja Mauá – Instituto Mauá de Tecnologia

Equipe FEI Baja1 Centro Universitário FEI

Equipe Baja UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

Equipe ITA Baja – Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Equipe Tatu Baja – Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de São Paulo Campus Sertãozinho

Equipe EEP BAJA Escola de Engenharia de Piracicaba

Equipe IFSPEED – Instituto Federal de São Paulo Campus Hortolândia

REGIÃO SUL (3 Estados/ 17 equipes/17 instituições)

Paraná (7 equipes/7 instituições)

Equipe Procobaja – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Cornélio Procópio

Equipe Londribaja – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Londrina

Equipe Gralha Azul – Universidade Tecnológica Federal do Paraná-Ponta Grossa

Equipe Pato Baja – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Pato Branco

Equipe UFPR Baja SAE – Universidade Federal do Paraná

Equipe Imperador – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Curitiba

Equipe Capibaja – Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Rio Grande do Sul (4 equipes/ 4 instituições)

Equipe Sinuelo Faculdade Horizontina – Fahor

Equipe Tchê Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Equipe Bombaja UFSM Universidade Federal de Santa Maria – UFSM

Equipe Baja de Galpão Unisc – Universidade de Santa Cruz do Sul

Santa Catarina (6 equipes/ 6 instituições)

Equipe Udesc Velociraptor Baja – Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC – CCT)

Equipe Aegir Ibajaí -Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Equipe UFSC Puma – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Campus Reitor João David Ferreira Lima

Equipe UFSC Uiraçu Universidade: Universidade Federal de Santa Catarina – Campus Florianópolis

Equipe SATC – Associação Beneficente da Indústria Carbonífera

Equipe Pelznickel Unifebe – Centro Universitário de Brusque

Equipe Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.
ZF Construindo o futuro com tecnologia

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Scania 65 anos

Mais recentes

SIMEA 2022
- Publicidade - Mercedes-Benz

Instagram Mecânica Online®

- Volvo Zero Acidentes
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação

ZF Construindo o futuro com tecnologia