terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Transição energética será destaque em corrida de carros elétricos no Brasil

Primeira corrida no Brasil da categoria 100% elétrica do automobilismo mundial acontece neste sábado (25), no Sambódromo do Anhembi

A Enel Brasil, um dos maiores players do setor elétrico, vai apresentar ao público presente à Formula E a importância de ações coletivas para a sociedade acelerar a transição energética rumo ao fim das emissões de carbono.

A empresa é uma das patrocinadoras da primeira etapa nacional da história da categoria 100% elétrica do automobilismo mundial, que será realizada neste sábado (25), no Sambódromo de São Paulo.

Como patrocinadora de um evento desta magnitude, focado nas possibilidades da mobilidade elétrica, a empresa quer promover a importância da união de esforços e da aplicação de tecnologias para descarbonizar atividades primordiais para a sociedade alcançar o net zero e cuja emissão de carbono gera impactos relevantes na qualidade de vida das pessoas, como ocorre com os transportes.

“Esta é uma grande oportunidade de apresentar para a sociedade a importância da discussão sobre transição energética, de uma forma lúdica e abrangente. Vamos dialogar com um público de diversas faixas etárias, mostrando que a eletrificação do consumo já faz parte da nossa rotina e precisa ser acelerada nos próximos anos, se quisermos mudar o quadro de ameaça global trazida pelas mudanças climáticas. Esperamos que os conteúdos impactem os visitantes e promovam o diálogo. Queremos provocar as pessoas, no bom sentido, para além do evento”, afirma Janaína Vilella, diretora de Comunicação da Enel no Brasil.

A Enel Brasil marcará presença na Formula E em dois espaços de ativação com o público. Na maior área, de 150m2 no total, os visitantes serão conduzidos pelos caminhos da transição energética, passando por três “pit stops” que proporcionarão uma experiência imersiva em uma cidade sustentável. O público poderá conferir a aplicação das fontes renováveis na geração de energia no Brasil e como o uso dessa energia limpa pode ser transformador para o dia a dia de grandes metrópoles, como São Paulo.

No primeiro pit stop, os smart meters (medidores inteligentes de energia) mostrarão em tempo real o consumo em três áreas do Anhembi durante o E-Prix: área gastronômica, espaços da Enel e FunStore. Na segunda parada, o público será apresentado ao Mercado Livre de Energia, ambiente de negociação de energia elétrica em que compradores e comercializadoras podem estabelecer livremente sua relação de compra e venda de energia, com foco também na energia proveniente de fontes limpas.

Já o terceiro pit stop vai oferecer um espaço de interação em 5D, por meio de câmeras de vídeo 360o. Nesse estande, o público poderá gravar uma interação com um elemento da transição energética e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais no fim da experiência, por meio de QR Code. Assinado pela Enel X, braço de soluções inovadoras da Enel, o espaço contará ainda com uma grande imagem de um ônibus elétrico numa montagem com ilusão de ótica. Dependendo do ângulo em que o visitante olhar para a instalação, a imagem do ônibus é formada.

A segunda área de ativação da Enel está situada no Fun Village 2. Com 50 m2, o local estará pronto para receber o público infantil e suas famílias, trazendo informações sobre as “Redes do Futuro”. No espaço, crianças de até 35kg poderão interagir com um caminhão elétrico e ser “eletricistas por um dia”. A experiência dá direito a uniforme e embarque em um cesto similar ao usado para reparos na rede elétrica, que chega a 2 metros de altura e de onde será possível fazer fotos panorâmicas do evento. A experiência será acompanhada por um adulto.

Acesse para conferir como a Enel Brasil tem impulsionado a descarbonização e a eletrificação no Brasil, oferecendo soluções para pessoas, empresas e cidades.

Fórmula E – Criada em 2014, a Fórmula E é a segunda principal prova do automobilismo, depois da já estabelecida Fórmula 1. A competição reunirá 11 equipes e 22 pilotos, entre eles, os brasileiros Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara.

O evento traz diversas novidades, como os carros Gen3, considerados os mais leves, potentes, velozes, sustentáveis e eficientes já projetados.

Eles são inspirados nos aviões de caça e desenvolvidos especificamente para corridas de rua. A velocidade pode chegar a 322 quilômetros por hora.

O circuito terá extensão de 2,8 quilômetros, com a largada acontecendo dentro do Sambódromo. Ao todo, serão 3 longas retas conectadas por chicanes desafiadoras, curvas abertas e fechadas, que prometem dar o tom da emoção na disputa roda a roda.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn