Scania Driver Competitions Brasil define vencedores para a grande final latino-americana

Brasileiros finalistas do SCD. Foto de Nilza Vaz

O Brasil chega muito forte para conquistar o valioso prêmio de um caminhão oferecido pela Scania ao melhor motorista de caminhão da América Latina na competição SDC – Scania Driver Competitions 2016.

O motivo é que o lugar mais alto do pódio da competição em sua edição nacional foi conquistado pelo Melhor Motorista de Caminhão do Brasil em sua última edição, o gaúcho Eliardo Locatelli, que assim pode ser declarado como bicampeão. Como vencedor da etapa Brasil, Locatelli recebeu um prêmio  no valor de R$ 40.000. O catarinense Ruy Gobbi foi o segundo e o baiano Luiz Carlos dos Santos, garantiu a terceira e última vaga para a fase final da competição, que tem como prêmio na final América Latina, um caminhão Scania R 440.

A disputa final América Latina acontece nos dias 26 e 27 de novembro, em São Bernardo do Campo (SP) com os três melhores motoristas de caminhão da Argentina, Chile, Peru e Brasil.

Os 60 melhores motoristas de caminhão do Brasil – Chegar aos 60 melhores motoristas de caminhão do Brasil não foi tarefa fácil. Os competidores tiveram muitos desafios para passar pelas três fases classificatórias. “Todo o conteúdo desde o início se baseou em temas que fazem parte do dia a dia do motorista e contribuem diretamente para a sustentabilidade no transporte. Por isso, não queremos apenas escolher os mais bem preparados, mas torná-los ainda melhores”, afirma Rodrigo Machado, coordenador do Scania Driver Competitions Brasil.

Fase 1 e 2: Inscrição e simulação online de viagem – Na inscrição, o candidato pôde escolher em uma lista a Casa da rede Scania em que gostaria de fazer os exames caso passasse para a fase 3. Foram convocados os mais bem colocados no ranking das fases 1 e 2, depois de provas online numa simulação de viagem com perguntas de múltipla escolha.

Fase 3: Etapas regionais – A fase 3 foi composta por quatro horas de treinamento presencial, prova teórica e de check list (checagem de itens necessários do caminhão antes de ser iniciada uma jornada). As provas foram realizadas em dois períodos, 16, 17 e 18 de setembro e 7, 8 e 9 de outubro, e cada um contou com dez etapas, que ocorreram simultaneamente em dez cidades diferentes, nas Casas Scania. Os testes foram na sexta, no sábado e domingo com um vitorioso por dia. Ao fim dessas 20 etapas em 20 locais distintos, com três motoristas vencedores, chegou-se aos 60 semifinalistas. Todos já ganharam um curso Programa Caminhão Escola Avançado de 40 horas, ministrado pela Fabet ou pelo Centro de Treinamento de Motoristas da Região Nordeste do Rio Grande do Sul (Centronor).

Fase 4 e 5: Semifinal e final nacional – Nesta quarta (9/11), os 60 semifinalistas passaram por provas teóricas, com questões sobre legislação, meio ambiente e condução eficaz, além de provas práticas, que testaram sua destreza e seu controle emocional. Restarão os 27 melhores, que hoje farão a final nacional, com novas provas de manobras, em que precisam mostrar toda a habilidade ao volante e ainda correr contra o tempo. Cada eliminatória contará com três motoristas, e apenas um vencedor. No último duelo, sairá o grande campeão nacional, mas o segundo e o terceiro colocados também estarão habilitados para a final América Latina, nos dias 26 e 27 de novembro, em São Bernardo do Campo (SP).

Fase 6: Final latino-americana – O melhor motorista de caminhão do Brasil, além do segundo e terceiro colocados, farão a decisão com os três melhores condutores da Argentina, do Chile e do Peru. Os 12 disputarão o grande prêmio, um Scania Streamline R 440 6×2 zero quilômetro.

Premiação – Os 27 melhores da final brasileira ganharão um curso presencial “Master Driver Scania” de 40 horas. O melhor motorista de caminhão do Brasil receberá um prêmio no valor de R$ 40.000. O segundo colocado ganha R$ 20.000, e o terceiro R$ 10.000. Os três podem usar o montante para compras em rede conveniada e ainda levam para casa um kit de produtos Ipiranga.

Na final América Latina, o campeão levará o Scania R 440, o vice-campeão, um prêmio de R$ 25 mil, e o terceiro ganhará R$ 15 mil.

Novo nome – A partir desta sexta edição, a competição da Scania entre motoristas mudou de denominação. Antes conhecida como Melhor Motorista de Caminhão do Brasil (MMCB), o torneio, agora conhecido como Scania Driver Competitions (SDC), foi ampliado e adotou a nomenclatura usada na Europa e em outros países, numa padronização global.

Desde sua criação na Europa, em 2003, nascida como Young European Truck Driver, o Scania Driver Competitions reuniu mais de 300 mil motoristas de quase 50 países. O evento se espalhou pelo mundo para destacar a importância do treinamento e da capacitação dos motoristas, além de aumentar a consciência deles em relação à segurança rodoviária e à sustentabilidade no setor de transporte. O Brasil realizou a competição cinco vezes, em 2005, 2008, 2010, 2012 e 2014. É atualmente o recordista mundial de participantes, com cerca de 215 mil inscritos. No País, já foram oferecidas cerca de 45 mil horas de treinamento, e 2.060 motoristas já ganharam cursos presenciais.

O Scania Driver Competitions conta com o patrocínio da Rede Graal, Librelato e Ipiranga. Os parceiros são C&A, Cargill, Danone e Grupo Pão de Açúcar, além do Centronor, Fabet, NTC&Logística, Pamcary, Polícia Rodoviária Federal, Sest-Senat e WCF, como apoiadores.