Porsche Brasil completa cinco anos de atividades

Ao abrir as portas no dia 15 de julho de 2015 e oficializar a importação de seu primeiro automóvel – o icônico 911 GT3 −, a Porsche Brasil tornou-se a primeira subsidiária da marca na América Latina.

Cinco anos depois e mais de 7.200 veículos entregues desde sua inauguração, o resultado positivo é nítido: maior presença no mercado brasileiro, relacionamento mais próximo do cliente, aumento nos números de vendas, ampliação da rede de concessionários e incremento na presença de mídia.

E, tão importante quanto tudo isso, uma aproximação sem precedentes com os apaixonados fãs da marca.

A abertura da subsidiária brasileira permitiu ganhos de possibilidades e oportunidades para a Porsche, além de beneficiar diretamente os clientes da marca.

O crescimento da rede de concessionários é outro indicador da ampliação da presença da Porsche no Brasil. Em 2015, havia revendedores em seis cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Ribeirão Preto).

Nos anos seguintes, foram abertos Porsche Centers em Recife, Campinas, Florianópolis e Belo Horizonte, nesta ordem. Até o fim de 2020, estão previstas as aberturas de três novos concessionários.

A tradição híbrida na Porsche teve início em 1899 com o Lohner Porsche, o primeiro veículo do mundo a contar com um motor elétrico alimentado por bateria juntamente com um motor a combustão, que foi projetado e construído por Ferdinand Porsche.

Em 2016, no primeiro salão do automóvel de São Paulo que a marca participou desde sua chegada como subsidiária, o destaque a apresentação do Cayenne S E Hybrid, que ganhou o prêmio de carro mais eficiente em sua categoria.

Investimento em infraestrutura é uma das ações da marca no mercado brasileiro, o destaque neste sentido foi a inauguração do centro de distribuição de peças em Embu das Artes (SP) em março de 2017.

Com 3.090 m² de área, o centro tem capacidade para armazenar mais de 7.000 itens importados diretamente do similar da Porsche em Sachsenheim, na Alemanha.

A inauguração do centro de peças brasileiro permitiu reduzir tanto o prazo de importação dos componentes quanto o preço final ao consumidor.

Outro momento histórico aconteceu em junho de 2018, por ocasião da celebração mundial do 70º aniversário da Porsche. No Brasil, a data foi comemorada com uma exposição de diversos modelos Porsche na Oca, no Parque do Ibirapuera, um dos mais prestigiados espaços culturais de São Paulo.

Composta por 17 automóveis, a exposição foi inaugurada no dia 8 de junho (exatamente 70 anos depois que as autoridades de trânsito austríacas emitiram a permissão de circulação para o primeiro modelo Porsche, o 356/1) e ficou aberta ao público no dia seguinte, com entrada franca.

Foi uma oportunidade única de mergulhar no universo Porsche e ver de perto modelos como o 356 da década de 1950, versões do 911 de diversas épocas, supercarros como o Carrera GT e o 918 Spyder e carros de competição como o 908/2 e o 911 GT3 R.

No fim de 2019, essa aproximação com o público se deu de maneira diferente no Sportscar Together Day, realizado no autódromo de Interlagos: além de apreciar veículos expostos, o público teve oportunidade de vê-los em ação na pista.

“Temos bons motivos para comemorar os cinco anos de atividades da Porsche Brasil, em especial a relação com nossos clientes. A estrutura da subsidiária também permitiu a ampliação de nossa participação no segmento de carros esportivos e oferta de modelos exclusivos como o 911 GT2 RS. Nosso trabalho está apenas no início, nosso objetivo é manter a paixão de clientes e fãs, algo extremamente importante para uma marca como a Porsche”, analisa Dr. Andreas Marquardt, Diretor Presidente da Porsche Brasil.

A presença da Porsche no Brasil remonta à primeira metade da década de 1950, quando os primeiros carros da marca foram trazidos por agências (como se chamavam os revendedores de automóveis da época) independentes.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®