terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Saiba como escolher um bom mecânico para cuidar do carro

Encontrar um mecânico honesto e competente para entregar o veículo é uma preocupação de todos os motoristas quando o carro tem algum problema.

Como saber se o funcionário é, realmente, confiável? Verificando se o funcionário tem certificação ASE ou outros cursos de qualificação profissional, como os oferecidos pelo Senai.

A ASE (Automotive Service Excellence) é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo atestar a capacidade dos reparadores de veículos. Presente no Brasil desde 1996, já certificou cerca de 18 mil mecânicos.

Toledo afirma que, onde o consumidor encontrar o símbolo da ASE, no uniforme do mecânico ou na fachada de uma oficina ou concessionária de veículos, ele poderá ter certeza quanto à capacidade técnica desse profissional.

Para comprovar que o profissional certificado pela ASE possui diferenciais foi realizada uma pesquisa com um universo de 230 mecânicos aprovados pela entidade, na área de Reparo de Motor. Os resultados foram reveladores.

De acordo com o levantamento, 95% dos entrevistados possuem um curso profissional – com destaque para o Senai, que atendeu a 71% dos profissionais pesquisados.

Desse universo, 65% diz não ter problemas para obter informações técnicas sobre os veículos.

O profissional ASE demonstrou ainda ter uma grande preocupação com a qualidade do seu serviço e, dessa forma, 89% deles não costumam aplicar peças de reposição remanufaturadas.

Outro dado importante da pesquisa é que 87% dos mecânicos entrevistados dispõem de, pelo menos, um computador em sua oficina e os mesmos 87% dispõem de CD-Rom.

Em termos de acesso à internet, o que hoje é uma importante fonte de informação, 80% afirmaram possuir e 79% têm e-mail.

Certificação internacional-A certificação ASE foi criada nos Estados Unidos em 1972 a pedido do governo norte-americano, que percebeu a intranqüilidade do consumidor quando levava seu veículo para ser consertado, em razão da má qualidade dos serviços de reparação.

Com o tempo, veio o aprendizado dos consumidores daquele país, que passaram a confiar naquelas oficinas e concessionárias onde o profissional ostentava o símbolo da ASE.

Nos Estados Unidos já há mais de 600 mil mecânicos certificados.

No Brasil, há cerca de 18 mil profissionais certificados pela ASE e o consumidor, como já ocorre nos Estados Unidos, pode optar por oficinas que tenham mecânicos que possuam a certificação ASE.

Esse procedimento do consumidor irá forçar que as oficinas que não tenham certificados ASE também reciclem os seus profissionais, melhorando, assim, toda a cadeia do setor de reparação automotiva.

Obediência ao código de ética-O profissional certificado ASE, além de possuir diferenciais constatados pela pesquisa, dispõe ainda de um código de ética, com os “mandamentos” que deve seguir no seu dia-a-dia, buscando sempre o melhor resultado e a satisfação do cliente.

O código possui os seguintes itens:

-Empenhar em prestar um serviço de primeira classe;

-Aproveitar toda oportunidade de aumentar os conhecimentos e a capacidade de trabalho;

-Usar apenas produtos que são comprovadamente seguros e recomendados pelo fabricante;

-Recomendar ao cliente que realize em seu veículo apenas o trabalho ou substituição de produtos necessários;

-Tratar o veículo do cliente como se fosse seus

-Buscar corrigir qualquer erro involuntário feito por outro profissional automotivo, sem atingir a reputação desta pessoa ou de seu negócio;

-Comprometer-se de forma a manter e aumentar o respeito público pelos profissionais automotivos certificados pela ASE Brasil;

Praticar a integridade de serviços. Sempre trabalhar pelo interesse do cliente, do emprego e do empregado.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn