sexta-feira, 23 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Sistema inercial de incêndio – Cuidado com o botão

- Advertisement -

Muitos automóveis hoje contam com o chamado sistema inercial de incêndio, que corta o fornecimento de combustível para o motor em caso de acidente.

Mas o sistema pode ser ativado em outras situações, parando o carro e deixando o motorista sem saber o que aconteceu

A maioria dos carros modernos conta com um sistema de corte de combustível para casos de acidentes. Isso porque, no caso de uma batida ou capotamento, se houver derramamento de combustível e curto-circuito, o risco de incêndio é muito grande.

- Advertisement -

E, nesses casos, a bomba pode continuar funcionando e, caso se quebre um tubo, esguichando combustível.

Com o sistema, caso haja algum problema, ela é desligada. Alguns modelos contam ainda com um sistema de corte de combustível que é acionado juntamente com o airbag.

Em todos os casos, um sensor percebe a desaceleração do veículo e automaticamente desativa a bomba de combustível.

- Advertisement -

Mas existem sistemas semelhantes que contam ainda com um interruptor, que permite que o motorista reative a alimentação do combustível.

É o caso do FPS (Fire Prevention System), ou sistema de prevenção contra incêndio, usado nos carros Fiat, constituído de interruptor inercial de combustível, duplo bloqueio sobre a bomba de combustível e válvula unidirecional.

Esse sistema desliga a bomba de combustível em situações de impacto. Em caso de capotamento impede a saída do combustível do tanque e das tubulações.

Tal sistema, segundo a Fiat, resiste a impacto de maiores proporções, diminui a propagação de chamas e reduz o risco de incêndio por curto-circuito. Sistema semelhante é usado em carros da Ford, Renault e Peugeot, por exemplo.

Cuidado com o buraco

Mas o sistema inercial de incêndio, que conta com interruptor, pode deixar o motorista desatento em situação constrangedora. São muitos os casos de carros que “apagam” depois de passar em um buraco ou quebra-molas em velocidade mais alta, quando normalmente sofrem um impacto maior.

Aquele motorista que não leu o manual do carro e não sabe que o mesmo conta com o interruptor do sistema inercial vai chamar o reboque e quando chegar na oficina vai passar vergonha. Era só apertar o interruptor que o sistema de alimentação de combustível voltaria a funcionar.

Isso pode acontecer também quando o carro vai para o lavajato. O funcionário do estabelecimento pode encostar o aspirador de pó no interruptor e desativar a bomba de combustível. Resultado, o carro não vai pegar enquanto o interruptor não for acionado novamente.

Tal situação, para algumas montadoras acaba se transformando em risco de acidente. É o que diz João Paulo Toscano, supervisor de assistência técnica da Volkswagen.

Ele afirma que o sistema inercial de combustível com interruptor pode causar transtornos porque pode ser ativado inadvertidamente.

“Imagine um carro que está andando normalmente, passa em um buraco e o motor apaga.

Ele pode provocar um acidente”, diz João Paulo. Ele explica que os carros VW contam com um sistema que corta a injeção de combustível em caso de colisão, mas não conta com o interruptor interno. Segundo o supervisor técnico, se o motor perder rotação, o sistema corta a alimentação da bomba de combustível.

Enio Greco – Fotos Eduardo Rocha/RR

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn