quarta-feira, 22 maio , 2024
28 C
Recife

Com a força da marca, Shutt estréia no segmento de som automotivo

Embora as atenções estejam voltadas à linha de sonorização automotiva, a Shutt não se descuidou de seus tradicionais volantes esportivos, manoplas – de câmbio e de freio – e pedaleiras

- Publicidade -

A mais reconhecida marca de acessórios automotivos do mercado brasileiro, a Shutt apresenta sua linha hi-Spec Audio de alto-falantes e amplificadores automotivos.

Serão cinco modelos de amplificadores e sete de alto-falantes, cuja proposta diferenciada traz, mais uma vez, a ousadia de seu design e tecnologia, com a mesma “linguagem” visual da linha de volantes, manoplas, pedaleiras, soleiras, bancos esportivos, entre outros acessórios.

Na linha de amplificadores, cujo desenho denota modernidade e, ao mesmo tempo, concilia seu visual com os demais componentes de carros personalizados, a Shutt apresenta os modelos DClass 4.8 v4 e DClass 7.2 v2.

O primeiro é o tipo digital stereo, com potência de 1.800W PMPO, potência em estéreo de 2x450W RMS e potência em ponte de 900W RMS, entrada line com conectores RCA, controle de ganho, crossover ativo ajustável de 150 Hz a 2 kHz, low/high e ligação simultânea de estéreo e ponte.

- Publicidade -

No segundo modelo, alteram-se somente as potências para 3.600W PMPO, potência em estéreo de 2x900W RMS e potência em ponte de 1.800W RMS.

Ambos são dotados de dois canais e foi introduzido um diferencial, eles trabalham com uma resposta de freqüência de 10 Hz a 20KHz.

Três versões do modelo MFT complementam a linha de amplificadores da Shutt, a começar pelo MFT 1.6w v.4, de 800W PMPO de potência, quatro canais, potência por canal de 2x100W RMS e potência em ponte de 2x150W RMS.

A versão MFT 1.8w v.3, de 900W PMPO, de três canais, possui nos canais 1 e 2 potência por canal de 2x100W RMS e potência em ponte de 1x150W RMS potência no canal 3 (mono) de 1x250W RMS.

Fecha o portfólio desse modelo a versão MFT 2.0w v.2, com 1.000W PMPO de potência, dois canais, potência em ponte de 1x360W RMS, potência por canal de 2x250W RMS. Todas as versões contam com entradas line RCA, crossover ativo para low e high, controle de ganho e refrigeração com micro-ventilador.

- Publicidade -

Na linha de alto-falantes, a Shutt lança cinco modelos de 12 polegadas de diâmetro, dos quais dois de 300W RMS de potência (bobina simples e dupla), dois de 600W RMS (bobina simples e dupla) e um de 800W RMS (bobina dupla).

Os quatro primeiros têm sensibilidade de 89 dB, enquanto o último, de 87 dB. Todos os modelos são fabricados em exclusivo cone de celulose não prensada, suspensão de borracha, bobina com fio de classe térmica 220ºC, fixado por parafusos tipo Allen, e capa protetora traseira.

Ainda em alto-falantes, os modelos de 6″x9″, quadriaxial de 200W RMS de potência e de 6″ – kit 2 vias, de 160W RMS de potência, com tweeter de neodimium “flex”, crossover de 2 vias, completam a oferta da Shutt.

Steel Carbon e Carbon – Embora as atenções estejam voltadas à linha de sonorização automotiva, a Shutt não se descuidou de seus tradicionais volantes esportivos, manoplas – de câmbio e de freio – e pedaleiras.

A grande novidade da empresa é o lançamento da linha Steel Carbon, cujo material, leve e resistente, é importado da Austrália.

Pioneira no Brasil na utilização do Steel Carbon para acessórios automotivos, o material lembra uma malha de aço, perfeita na combinação com elementos cromados ou alumínio escovado do interior de um automóvel.

“Esse tipo de material é muito usado no automobilismo e tem forte aceitação nos Estados Unidos e na Europa. Então, resolvemos dar o primeiro passo e trazer essa tecnologia ao público brasileiro”, afirma Lívio Matsuda, diretor de Marketing da Shutt.

Por ser uma matéria-prima inédita no País, a equipe de designers da Shutt passou o último ano em busca de novas técnicas.

“O Steel Carbon não é como o alumínio, que pode ser dobrado facilmente. Tivemos de buscar novas técnicas de aprimoramento para que pudessemos desenvolver, então, os nossos produtos com a qualidade Shutt”, enfatiza Eduardo Tengan, um dos designers da empresa.

De outra parte, a Shutt vai ressaltar os mesmos produtos da linha Steel Carbon em Fibra de Carbono (Carbon), material leve e resistente, de forte apelo visual que agrega valor e sofisticação ao interior do automóvel.

Tanto na linha Steel Carbon como na Carbon, a Shutt vai mostrar os volantes esportivos VX4, GT3 e Venon, a manopla de câmbio MTX, manoplas de freio de mão FX4 e pedaleiras PS, GT e PMX. No total, serão 18 novos lançamentos de acessórios automotivos.

Shutt Wear – Dois anos após a apresentação da divisão Roupas ao mercado da moda, a Shutt mostra a força de sua marca também em malharia, camisaria e jeans, todos com uma proposta voltada para os jovens que apreciam a alta tecnologia, a performance das máquinas de última geração e a velocidade dos carros de corrida, conceitos que determinaram a elaboração da coleção de roupas.

Nesse período, já foram lançadas cinco coleções, cujas peças vestiram inclusive diversos personagens de novelas da Globo. Exclusivas, coleções e roupas são desenvolvidas para as principais lojas do País.

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais