Primeira prova concreta de um futuro ainda mais sereno e agradável para nossos clientes, a PEUGEOT apresenta sua nova gama PLUG-IN HYBRID.

Uma oferta recarregável HYBRID e HYBRID4 associada a uma motorização a gasolina, dotada de uma série de tecnologias de ponta.

Elas se combinam com facilidade e transparência para o usuário.

Motorização a combustão a gasolina-O motor 1.6L PureTech foi adaptado para ganhar um alternador de arranque e uma frente de resfriamento específica.

Nessa configuração, ele desenvolve 180 cv no HYBRID e 200 cv no HYBRID4 (tração 4X4).

Nova caixa de câmbio automática e-EAT8 -O motor PureTech está acoplado a um novo câmbio automático de 8 marchas e-EAT8(Electric Efficient Automatic Transmission – 8 velocidades), específico para as motorizações PEUGEOT PLUG-IN HYBRID.

Associado a esta transmissão, o motor elétrico desenvolve 110cv/80kW no eixo dianteiro.

Para que as transições entre a alimentação elétrica e a combustão sejam idealmente imperceptíveis, o conversor de torque das versões de combustão cede lugar a uma embreagem multi-disco úmida.

Todas essas modificações resultam em um torque maior de 60 Nm e, portanto, com respostas mais rápidas.

Um eixo traseiro eletrificado-Nas versões HYBRID4, o eixo traseiro multibraço está equipado com um ondulador, um motor elétrico de 110cv/80kW e um redutor de peso para garantir o desempenho das quatro rodas motrizes. Sua integração ao veículo não compromete o habitáculo.

Bateria Lithium-ion-A bateria de alta tensão é do tipo Lithium-ion (300V) e está localizada sob os bancos da fileira 2, tanto nas versões HYBRID quanto nas HYBRID4.

Sua capacidade está entre as melhores do mercado, variando de 11,8kWh (HYBRID) a 13,2 kWh (HYBRID4).

Essa capacidade garante funcionamento em modo 100% elétrico por até 50 quilômetros WLTP(2) (60 quilômetros NEDC(1)).

Para aproveitar ao máximo a autonomia em modo elétrico integral, o veículo funcionará por padrão em modo Zero Emission  sempre que o nível de carga da bateria o permitir.

Os deslocamentos em modo elétrico integral são possíveis até a velocidade de 135 km/h, antes de o motor a combustão assumir o comando.

Funções eficientes para um prazer renovado

Nova função Brake-O condutor tem a possibilidade de ativar a inédita função Brake, que permite desacelerar o veículo sem pisar no pedal de freio.

Funcionando como um freio-motor, ele também permite recarregar a bateria pela inércia como, por exemplo, nas descidas.

Em modo Drive, basta um impulso para trás no comando de câmbio automático Shift and Park by wire para acionar o modo Brake.

Com um segundo impulso, o modo Brake é desativado.

Nova frenagem automatizada-Para aumentar a autonomia em modo de funcionamento 100% elétrico, a frenagem de alta eficiência energética i-Booster recupera a energia durante as frenagens ou desacelerações quando o pé é retirado do acelerador (energia normalmente dissipada nas versões a combustão).

O  i-booster contém uma bomba elétrica integrada que substitui a bomba a vácuo dos motores a combustão.

Nova função e-SAVE-O prazer da utilização do motor elétrico é sempre possível com a função e-SAVE.

Com ela, o condutor pode preparar com antecedência seu deslocamento, reservando parte da autonomia elétrica (10 km, 20 km ou a bateria completa).

Essa opção pode ser facilmente acessada a partir do menu e-SAVE dedicado na tela touch screen.

Depois de programada, a função aparece no quadro de mostradores, mostrando a autonomia reservada em quilômetros.

Basta selecionar o modo Zero Emission no seletor de modos de condução para ativar o funcionamento 100% elétrico no momento desejado.

Recarregar a bateria com facilidade e rapidez

A recarga é efetuada em no máximo:

  • 8 horas em uma tomada padrão (carregador 3,3 kW, 8A)
  • 4 horas em uma tomada reforçada do tipo Green’up® (carregador 3,3 kW, 14A)
  • Menos de 2 horas  com a utilização de uma Wallbox (carregador de 6,6 kW em opção, 32 A).

Para uma fácil e rápida leitura do nível de carga, guias de luz envolvem a tomada do carregador.

Quando o plug estiver conectado e carga em curso, um jogo de cores indicará o progresso do abastecimento.

Discreta, a portinhola de recarga está localizada na parte esquerda traseira do veículo (de forma simétrica à entrada do tanque de combustível).

O cabo de recarga é facilmente guardado em um compartimento especial sob o piso do porta-malas.

Uma experiência de condução repleta de sensações renovadas-Com sua tradição tecnológica, a PEUGEOT oferece a seus clientes a mesma experiência de condução intensa e instintiva, qualquer que seja a motorização.

As novas motorizações PEUGEOT PLUG-IN HYBRID proporcionam uma experiência de condução renovada.

Uma experiência que abre um leque de novas sensações com uma maestria incomparável, graças a novos modos de condução.

Cada modo de condução é exclusivo e oferece experiências diferentes:

  • Silêncio do modo ZERO EMISSION, 100% elétrico!
  • Desempenho exaltante na função SPORT, que mobiliza todas as energias;
  • Polivalência do modo HYBRID;
  • Transmissão aperfeiçoada na opção 4WD (PEUGEOT 3008 HYBRID4)
  • Função COMFORT que associa o modo HYBRID com o  conforto da suspensão automatizada (novo PEUGEOT 508 HYBRID)

Todos essas opções de condução dispõem de um funcionamento 100% elétrico, dependendo do nível de carga da bateria.

Com um denso conteúdo tecnológico, as motorizações HYBRID e HYBRID4 prometem extrema esportividade em termos de experiência de condução.

A ergonomia e a dirigibilidade são fáceis, prazerosas e intuitivas.

Uma condução eletrizante com o PEUGEOT i-Cockpit®-Um dos principais traços de identidade da marca do Leão, o PEUGEOT i-Cockpit® proporciona uma experiência de condução estimulante e intuitiva no dia a dia.

Para maior controle e facilidade, a tela touch screen e o quadro de mostradores digital foram adaptados.

Quadro de mostradores digital-O PEUGEOT i-Cockpit®, específico das versões híbridas, integra as informações de direção  disponíveis no campo de visão do motorista (modo de condução, indicador de nível elétrico e autonomia elétrica disponível etc.).

Ele permanece inteiramente configurável e personalizável.

Um medidor de potência situado à direita do painel digital substitui o conta-giros. Ele é composto por três zonas facilmente identificáveis:

  • A ECO corresponde a uma condução que otimiza a energia;
  • A POWER corresponde a uma direção mais dinâmica, com desempenhos enérgicos;
  • A CHARGE indica ao motorista as fases de recuperação de energia que permitem recarregar a bateria, principalmente ao tirar o pé do acelerador.

Dois indicadores de nível estão posicionados de ambos os lados do painel: um para o combustível, outro para a eletricidade.

A autonomia disponível, expressa em km,  também está indicada abaixo de cada um dos mostradores.

O modo de condução ativo é exibido em permanência, podendo, se necessário, ser modificado rapidamente e sem hesitação.

Em todos os momentos, durante a recarga, o painel exibe a autonomia elétrica recuperada (em quilômetros), a taxa de carga da bateria recuperada (em porcentagem), a velocidade de recarga da bateria (em quilômetro elétrico), assim como o tempo de carga restante para atingir uma recarga completa (em horas  e/ou minutos).

Tela touch screen-A tela sensível ao toque também traz integrado um menu híbrido específico.

Um botão de acesso direto encontra-se nos comandos “toggle switches”. Ele dá acesso às seguintes novas informações:

  • A página dos fluxos de energia que ilustra o estado de funcionamento do sistema híbrido;
  • A página das estatísticas de consumo que diferencia o consumo elétrico do consumo de combustível;
  • A página navegação,  que contém informações específicas:
  • as estações de recarga, além dos postos de combustível nos POI;
  • o raio de ação do modo elétrico integral;
  • o raio de ação total  elétrico + combustão.

Finalmente, a página de climatização contém o climatizador elétrico do habitáculo,  que permite resfriar ou aquecer o espaço interno de acordo com a temperatura externa.

Conectividade My Peugeot-Para oferecer uma agilidade máxima, o conteúdo do aplicativo móvel MyPeugeot evolui.

Agora, ele permite ativar uma recarga à distância, saber qual a progressão e o nível de carga do veículo,  fazer a climatização térmica com antecedência ou ainda avaliar os dados de consumo de combustível ou de eletricidade em qualquer momento ou lugar.

As motorizações HYBRID4 e HYBRID estreiam, respectivamente, no PEUGEOT 3008 nos novos PEUGEOT 508 e 508SW, no outono europeu de 2019.

PEUGEOT 3008 GT HYBRID4: Em toda a parte, o tempo todo – Dotado de uma potência inédita para um PEUGEOT de série, o  SUV PEUGEOT 3008 chega a uma nova dimensão com a eficiente versão HYBRID4.

Este modelo topo de linha oferece tração nas 4  rodas e desenvolve o equivalente a 300 cv/220 kW.

É o resultado da associação da motorização PureTech de 200 cv/147 kW e de dois motores elétricos (um na frente e outro atrás), cada um deles com capacidade para desenvolver 110 cv/80 kW.

O  0 a 100km/h é realizado em 6,5s. A capacidade da bateria é de 13,2 kWh e a autonomia 100% elétrica é de 50 quilômetros WLTP(2) (60 quilômetros NEDC(1)).

O modo 4WD possibilita uma transmissão aprimorada na estrada ou em terrenos difíceis.

O resultado é uma aderência impecável: seja em estrada molhada, com lama, com neve ou sinuosa, a potência é repartida homogeneamente para as 4 rodas do veículo.

O PEUGEOT 3008 HYBRID4 oferece, portanto, potência e tração nas quatro rodas com o menor nível de emissões de CO2  do mercado: menos de 49 g de CO2 por quilômetro WLTP(2).

O novo eixo traseiro multibraço proporciona um conforto de alto nível para os passageiros da fileira 2, sem prejudicar o espaço habitável e preservando o volume do porta-malas acima do piso.

A motorização HYBRID4 está disponível unicamente na versão GT, dotada de um revestimento exclusivo de Alcantara® Cinza Gréval, complementado por detalhes decorativos em madeira de carvalho envelhecido “Grey Oak”.

Novos sistemas avançados de ajuda à condução (ADAS), provenientes do novo PEUGEOT 508, estreiam no modelo: o regulador de velocidade adaptativo com função Stop & Go e a ajuda à manutenção do veículo na faixa de rodagem.

Alguns meses depois do lançamento da versão HYBRID4,  a gama ganhará uma versão com  duas rodas motrizes HYBRID de 225 cv (165 kW), associando uma motorização PureTech de 180 cv/132 kW, com um motor elétrico de 110 cv/80 kW.

PEUGEOT 508 e 508 SW HYBRID – Os novos PEUGEOT 508 HYBRID e 508 SW HYBRID associam o motor PureTech 180cv/132kW com um motor elétrico de 110 cv/80 kW, proporcionando uma potência combinada máxima de 225cv/165kW em tração.

A motorização HYBRID que equipa os novos PEUGEOT 508 e 508 SW foi aprimorada para oferecer ainda mais sensações.

Ela otimiza os custos de utilização graças à eficiência do nível de emissões de CO2,  inferiores a 49 g de CO2 por quilômetro WLTP(2).

A capacidade da bateria é de 11,8kWh e a autonomia 100% elétrica é de 40 quilômetros WLTP(2) (50 quilômetros NEDC(1)).

A instalação do grupo motopropulsor não comprometeu outros atributos do veículo.

O espaço interno foi preservado e os volumes do porta-malas são idênticos aos das versões a combustão (487L no PEUGEOT 508 e 530L no PEUGEOT 508 SW).

Os modelos estão disponíveis em três versões:

  • Allure (e Allure Business): oferta básica ultra-equipada,
  • GT Line, para uma definição dinâmica,
  • GT, topo de linha, apresentação exclusiva, com inéditos revestimentos de série em Alcantara® Cinza Gréval.

(1) Dados estimados, comunicados a título indicativo e condicionados à homologação.

(2) Os valores indicados correspondem ao procedimento WLTP.

A partir de 1º de setembro de 2018, os veículos novos devem respeitar o procedimento de testes harmonizados em nível mundial para veículos leves (WLTP), que é um novo procedimento de testes mais realista, que permite medir o consumo de combustível, as emissões de CO2 e a autonomia dos veículos híbridos recarregáveis.

Esse procedimento WLTP, realizado em condições de testes mais realistas, substitui completamente o novo ciclo europeu de condução (NEDC), que era o procedimento de testes utilizado anteriormente.

A autonomia resultante da medição feita em veículos híbridos recarregáveis segundo o procedimento WLTP é, em muitos casos, inferior àquela medida de acordo com o procedimento NEDC.

Os valores de autonomia indicados correspondem aos valores médios dos veículos da gama.

Os valores indicados podem variar em função dos equipamentos específicos, das opções e dos tipos de pneus.