Honda HR-V combina estilo, funcionalidade e robustez

Modelo combina estilo de coupé, funcionalidade de minivan e robustez de um SUV, com destaque para interior moderno e conectado. Motorização poderia ser melhor – A indústria automotiva nacional prepara boas novidades para nosso mercado esse ano. Apesar de toda a crise que se instala nas vendas, apenas uma marca, das 14 com fábricas locais, escapou das quedas nas vendas nesse início de ano, a Honda.

A marca oferece bons modelos e com justa relação entre custo e benefício. Fit, Accord e CR-V ganham a companhia de um novo SUV, agora, compacto, chamado HR-V.

E a novidade agrada logo na chamada combinando estilo de coupé, funcionalidade de minivan e robustez de um SUV. Quando revelado no Salão do Automóvel em 2014, consideramos até que a Honda estava criando um novo segmento.

Para o consumidor o que também deve ser considerado são os valores e versões oferecidas, pois a marca acredita que muitos consumidores podem migrar de um sedã para o novo SUV compacto da fabricante japonesa.

Se a primeira impressão é a que fica, o trabalho desenvolvido no design do modelo global agrada bastante. Com base no conceito Dynamic Cross Solid, o design exterior transmite a sensação de força e dinamismo, combinando a jovialidade do SUV com a sedução de um modelo premium.

A frente é composta por uma grade arrojada e larga com acabamento em black piano, envolvida pelo para-choque e pelo conjunto de faróis alongados que se estendem até o para-lama, trazendo a atual identidade visual da Honda – Solid Wing Face.

Nas laterais, as duas linhas sólidas que cortam a carroceria são criadas com um traçado dinâmico, distinto e agudo a partir da coluna “C”. As portas traseiras trazem maçanetas embutidas, reforçando a esportividade do design coupé.

A parte traseira do veículo apresenta um visual mais elevado, refletindo uma postura forte e robusta. Para dar um toque ainda mais requintado, lanternas, luzes de freio e brake light com LEDs.

Acreditamos que o design do Honda HR-V agrada bastante tanto homens, quanto mulheres. O carro realmente tem ar esportivo, elegante e ao mesmo tempo sofisticado. Com pouco recurso em LEDs, apenas as lanternas traseiras, falta uma luz diurna como já acontece em alguns outros veículos do seu segmento, mas nada que deixe a sofisticação e estilo de lado.

Apesar de ser um SUV compacto, o interior do HR-V agrada no espaço e versatilidade na utilização do interior. O console central é elevado e o painel de instrumentos é de fácil visualização, buscando transmitir a sensação de um cockpit.

Um detalhe legal é que o motorista pode personalizar a cor do aro que circula o velocímetro, escolhendo entre sete diferentes opções (amarelo, laranja, vermelho, rosa, roxo, azul e branco). Conforme seja a dirigibilidade, essa cor vai alterando, indicando maior ou menor economia no modo de condução.

A coluna de direção tem ajuste de altura e profundidade, assim como o banco do motorista, permitindo encontrar a posição ideal para dirigir.

Entre os itens de série, o modelo traz ar-condicionado, freio de estacionamento com acionamento eletrônico, vidros elétricos com um toque para subida/descida e sistema de áudio com CD player e entrada USB. As duas versões que avaliamos, EX e EXL, possuem ainda piloto automático e volante com revestimento em couro.

Na EXL, o ar-condicionado é digital, possibilitando a manutenção da temperatura programada no interior do veículo, e os comandos são touch screen, o que confere ainda mais requinte ao modelo.

Nessa configuração topo de linha, o HR-V é equipado com airbags frontais e laterais, além do exclusivo sistema multimídia com monitor multi touchscreen de 7” e navegador integrado ao painel.

Essa unidade traz software de última geração, com GPS integrado contendo as informações de trânsito das principais capitais do país – inicialmente, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG).

O hardware possibilita a conexão Wi-Fi (via hotspot) com o uso de browser para acesso à internet, além de Bluetooth com voice tag para chamadas telefônicas e reprodução de áudio.

O sistema multimídia também conta com uma entrada HDMI, que permite o espelhamento de dispositivos como celulares, tablets e câmeras digitais para a reprodução de áudio e vídeo (quando o veículo estiver com o freio de estacionamento acionado), duas entradas USB e CD player.

No display é possível ainda a reprodução de imagem da câmera de ré com três modos de visão (normal, com campo ampliado e de cima para baixo), incluindo a função de guia dinâmica, na qual a linha de guia acompanha a rotação do volante.

Todas as versões são equipadas com HFT (Hands Free Telephone) por meio de comandos no volante, evitando que o motorista se distraia ou precise tirar as mãos da direção ao atender uma chamada.

Com 4.295 mm de comprimento, 1.586 mm de altura, 2.610 mm de entre-eixos, 1.770 mm de largura e a disposição central do tanque de combustível, o modelo permite acomodar confortavelmente até cinco passageiros e uso extensivo do compartimento de carga. O porta-malas possui 437 litros de capacidade.

A versatilidade é garantida pela adoção do eficiente sistema ULT (Utility Long Tall – Utilitário Longo Alto) de arranjo dos assentos. A flexibilidade dos bancos assegura uma ampla gama de possibilidades de acomodação de carga, independente do volume, comprimento ou altura dos objetos.

A disposição dos assentos do HR-V e o ângulo de apoio lombar otimizado proporcionam conforto, sensação de segurança e privilegiam a postura correta, para evitar que a viagem seja cansativa, mesmo em longos trajetos. O revestimento dos bancos também contribui para um interior aconchegante, com tecido nas versões LX e EX, e couro na EXL.

Mecânica Online – O HR-V é equipado com o mesmo propulsor do Civic, i-VTEC 1.8 SOHC, que adota o sistema FlexOne. Essa tecnologia dispensa o tanque auxiliar para partida a frio, garantindo um acionamento do motor de forma rápida e segura, mesmo em situação de baixa temperatura ambiente, além de performance com economia de combustível.
Ao acionar o controle da chave para destravar as portas, um conjunto de aquecedores entra em ação diretamente na linha de combustível tornando a temperatura, principalmente do etanol, ideal para compor uma mistura ar/combustível pronta para entrar em combustão imediata.

O motor i-VTEC 1.8 gera potência máxima de 139 cv a 6.300 rpm e torque de 17,44 kgfm a 5.000 rpm com a utilização de etanol – quando abastecido com gasolina, são 140 cv a 6.500 rpm e 17,34 kgfm a 4.800 rpm.

Além da opção de transmissão manual com seis velocidades (exclusiva para a LX), a versão de entrada conta com a CVT (Continuously Variable Transmission – Transmissão Continuamente Variável).

Esse câmbio também foi adotado nas versões EX e EXL, sendo que o sistema conta com conversor de torque e uma excelente elasticidade de giro, o que melhora a tração em baixas velocidades, proporcionando uma resposta mais rápida, aceleração linear e economia de combustível.

A versão top de linha ainda possui paddle shift (aletas no volante) e sete marchas simuladas, para uma condução mais dinâmica.

Para garantir performance com segurança, toda a linha HR-V traz, de série, o controle de tração/estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist) e o sistema de direção MA-EPS (Motion Adaptive Electric Power Steering). Esse dispositivo interpreta o movimento do motorista favorecendo ou enrijecendo o esterço da direção quando o carro começa a sair da trajetória em uma curva, auxiliando na retomada do controle do veículo.

O modelo é equipado, ainda, com o HSA (Hill Start Assist), assistente de partida em rampa, que mantém o veículo freado por alguns segundos para auxiliar a saída em aclives. Também são itens de série os pneus 215/55 R17, as rodas de 17” com design esportivo (nas versões com câmbio CVT) e o sistema de freios a disco nas quatro rodas com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem).

O HR-V é o primeiro veículo com produção nacional a trazer freio de estacionamento eletrônico (EPB) e sistema Brake Hold de série. Com essa tecnologia, se o motorista acionar o freio e mantiver o carro parado por um longo período, como em um congestionamento, o controle elétrico do freio de estacionamento é automaticamente ativado.

Mesmo que o condutor tire o pé do pedal, o veículo permanecerá freado e, ao acelerar, o freio é automaticamente liberado, oferecendo mais conforto em trânsito urbano.

O SUV traz ainda, na versão EXL, retrovisores com rebatimento elétrico e a função Tilt Down, que ajusta para baixo automaticamente o espelho retrovisor direito quando o motorista engata a marcha à ré, facilitando a visualização de obstáculos durante a execução de manobras e balizas.

Quando desengata a ré, o espelho volta para a posição anterior. As versões EX e EXL possuem também luzes indicadoras de direção em LED nos retrovisores.

Os clientes que quiserem deixar o HR-V mais personalizado poderão contar com uma linha completa de acessórios originais, desenvolvidos pela divisão Honda Access, sendo 19 itens externos e 11 internos.

Entre os destaques estão grade dianteira cromada, aplique frontal no para-choque, bagageiro de teto com suporte para bicicleta, pedaleiras esportivas, soleiras iluminadas para as portas e iluminação interna (sob o painel).

Concebido para atender às expectativas do consumidor que busca um veículo inovador e completo, o HR-V possui três anos de garantia, sem limite de quilometragem e está disponível nas cores:

Branco Taffetá Sólido
Prata Global Metálico
Cinza Iridium Metálico
Cinza Barium Metálico
Preto Cristal Perolizado
Marrom Júpiter Metálico
Vermelho Mercúrio Perolizado (exclusiva)

Preços públicos sugeridos:

LX MT – R$ 69.900
LX CVT – R$ 75.400
EX CVT – R$ 80.400
EXL CVT – R$ 88.700
* Acréscimo de R$ 1.200 para pintura metálica/perolizada

- Publicidade - Mercedes-Benz